LGBTFOBIA

Cantora Bruna Karla afirma que casamento gay é 'caminho de morte eterna'

A cantora gospel participou do podcast da influenciadora Karina Bacchi e afirmou que não participaria do casamento entre dois homens

Maria Dulce Miranda - Estado de Minas
postado em 16/06/2022 16:48 / atualizado em 16/06/2022 16:49
 (crédito: Reprodução/Instagram)
(crédito: Reprodução/Instagram)

A cantora gospel Bruna Karla está sendo criticada nas redes sociais após uma fala contrária ao casamento LGBT durante o podcast da influencer evangélica, Karina Bacchi. Em uma das falas, ela disse que não iria a um casamento entre dois homens e que o relacionamento homoafetivo seria o ‘caminho de morte eterna’.

Durante a entrevista, a cantora relatou que um amigo havia perguntado se ela iria ao seu casamento e ela disse que só iria se fosse com uma mulher. “Fui bem sincera e disse: ah, quando você se casar com uma mulher linda e cheia do poder de Deus, eu vou sim”. Em seguida, ela completou: “o dia que eu aceitar cantar em um casamento com outro homem, eu posso parar de cantar sobre a bíblia e sobre Jesus”.

Por fim, Bruna afirmou que há um caminho de libertação, insinuando uma “cura gay”. Nas redes sociais, os internautas criticam o posicionamento da cantora. Alguns também relembrar experiências pessoais de LGBTfobia dentro das religiões. Veja alguns tweets:

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE