música

Gal Costa é uma das atrações do Festival CoMa deste domingo

O espetáculo que Gal faz para o brasiliense é As várias pontas de uma estrela, em que passeia pela obra de um dos maiores compositores da música popular brasileira, o Milton Nascimento

Irlam Rocha Lima
postado em 05/08/2022 06:00
 (crédito: Camila Alcântara/Divulgação)
(crédito: Camila Alcântara/Divulgação)

Artista com uma legião de fãs em Brasília, Gal Costa está longe dos palcos da cidade há mais de dois anos. A última apresentação dela aqui foi no auditório master do Centro de Convenções Ulysses Guimarães, onde fez o show Estratosférica.Domingo a cantora está de volta à cidade, na condição de principal atração do Festival CoMa — Consciência, Música e e Arte 2022, que ocorre a partir de amanhã, no Eixo Cultural Ibero-Americano, próximo à Torre de TV.

O espetáculo que Gal faz para o brasiliense é As várias pontas de uma estrela, em que passeia pela obra de um dos maiores compositores da música popular brasileira, o carioca-mineiro Milton Nascimento, de quem interpretará clássicos como Cravo e canela, Fé cega faca amolada, Maria Maria e Paula e Bebeto — canção que ela gravou em um dos seus discos.

Mas o repertório traz também músicas que com seu canto contribui para torná-las fundamentais no espectro do cancioneiro nacional, entre elas Baby e Dom de iludir (Caetano Veloso), Divino maravilhoso (Gilberto Gil e Caetano Veloso), A História de Lily Braun (Chico Buarque), Açaí (Djavan) e Brasil (Cazuza).

Há também canções de compositores da nova geração, como Silva e Omar Salomão (Palavras no corpo) e Malu Magalhães (Quando você olha pra ela). Com direção de Marcus Preto, a musa da Tropicália será acompanhada pelo trio que conta com Fábio Sá (baixo elétrico e acústico), Lima (piano e teclado) e Vitor Cabral (bateria e percussão).

"Cantar em festivais tem me feito muito bem, principalmente por encontrar um público jovem. Sinto que a nova geração está se aproximando cada vez mais do meu trabalho", ressalta a musa da Tropicália. "Já entro em cena com a plateia animada, disposta, atenta. A emoção é outra e me leva a querer participar cada vez mais desses eventos", acrescenta.

Na line up da programação de amanhã estão, entre outros, Carlinhos Brown, Gaby Amarantos, Vitor Ramil, o argentino Vento de Oriente, o canadense Ammoye, o norte-americano Steve Stewart, Ana Moura, Pedro Alex e Puta Romântica. Já no domingo, além de Gal Costa, se apresentarão Leci Brandão e o coletivo Samba Urgente, o grupo carioca Bala Desejo, a candanga Martinha do Coco, o aegentinoi Piece The Nena e o colombiano Kilabeatmaker. Ao longo das duas últimas semanas, o Correio fez, nos meios on-line e impresso, um passeio pelas atrações do CoMA, traçando um retrato dos artistas participantes e a relação com Brasília e o evento. 

Festival CoMa

Amanhã e domingo, a partir das 15h, no Eixo Cultural Ibero-Americano (Eixo Monumental). Ingressos: R$ 40 (meia entrada) + taxas e R$ 80 inteira) + taxas. Venda pelo Tik Tok @festivalcoma, Twiter @festivalcoma e Youtube.com/c/FestivalCoMa. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE