Maia diz não querer provocar desgaste e volta a cobrar reforma administrativa

Maia disse que a reforma administrativa pode melhorar a qualidade do ensino público

Agência Estado
postado em 17/08/2020 14:41 / atualizado em 17/08/2020 14:41
 (foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados)
(foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados)
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), voltou a cobrar do presidente Jair Bolsonaro o envio da reforma administrativa ao Congresso e disse esperar convencer o governo de que a intenção para se aprovar essa medida não é provocar desgaste.
"Vamos continuar torcendo e trabalhando para que o governo entenda que não estamos querendo a reforma para desgastar o governo, prejudicar o governo, muito pelo contrário. Nós entendemos que essas reformas fortalecem o governo, independentemente de quem estiver presidindo", disse Maia nesta segunda-feira, 17, em entrevista à TV Tropical RN.
Maia disse que a reforma administrativa pode melhorar a qualidade do ensino público. "Precisamos acabar com a distância entre a educação pública e a privada".
O deputado disse ainda que espera que as eleições municipais deste ano não atrapalhe o andamento do parlamento. "Ideal é que a gente não deixe que a pauta do congresso fique misturado com eleições", disse.
 

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação