Caixa começa a pagar 5ª parcela do auxílio emergencial para o Bolsa Família nesta quarta

Os ciclos de pagamento, de acordo com o calendário divulgado pela Caixa, inclui saques sucessivos, até o dia 15 de dezembro.

Vera Batista
postado em 18/08/2020 17:34
 (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

O saque em dinheiro para os beneficiários do Programa Bolsa Família que vão receber a parcela 5 do auxílio emergencial estará disponível a partir dessa quarta-feira, 19 de agosto. Os ciclos de pagamento, de acordo com o calendário divulgado pela Caixa, inclui saques sucessivos, até o dia 15 de dezembro. A Caixa divulgou, também, um novo lote com mais 805 mil pessoas elegíveis para o auxílio emergencial que tiveram o cadastro reavaliado pelo Ministério da Cidadania, ou seja, têm o direito a receber as parcelas de R$ 600, pagas pelo governo para reduzir os efeitos da crise econômica causada pela pandemia da covid-19. Esses receberão a primeira parcela.

Além deles, 345 mil beneficiários receberão as parcelas 3 e 4. Desse total, 96 mil pessoas que nasceram em outubro terão nessa quarta-feira (19) o dinheiro depositado na poupança social digital. No dia 21, será a vez dos 91 mil que fazem aniversário em novembro. E em 26 de agosto, mais 94 mil nascidos em dezembro. Mas o saque em dinheiro somente estará liberado a partir de sábado, 22 da agosto, para nascidos em junho. Os que fazem aniversário em julho, agosto, setembro, outubro e novembro, poderão pegar o dinheiro em 27 de agosto, 1º, 5, 12 e 17 de setembro, respectivamente. “Não é preciso chegar cedo nas agências. A Caixa está pagando com muita tranquilidade”, garantiu o presidente da instituição, Pedro Guimarães.

Segundo ele, até agora, já foram pagos um total de R$ 145,9 bilhões, para 65,4 milhões de beneficiários do Programa Bolsa Família, para os que estão registrados no Cadastro Único e aos que usam os aplicativos da Caixa. Quem eventualmente tiver dificuldade em sacar os recursos, fazer compras e pagamentos ou mesmo acessar os valores que estão depositados, deve fazer a atualização do aplicativo. De acordo com Guimarães, a Caixa tem feito várias alterações tecnológicas para facilitar a vida dos que estão recebendo o auxílio emergencial, por isso, é preciso ficar atento às mudanças.

Em relação ao saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), de acordo com a Caixa, mais de 60 milhões de trabalhadores já foram beneficiados e estão previstos um total de R$ 37,8 bilhões em créditos. “Mais de cinco milhões de pessoas terão direito ao saque especial em 3 de outubro”, destacou. Já o Benefício Especial para Preservação do Emprego e Renda (Bem) foi ampliado por até quatro parcelas. Foram feitos R$ 8,2 bilhões em pagamento a 4 milhões de trabalhadores.

Incluindo o auxílio emergencial, o benefício emergencial e o saque emergencial do FGTS, “8 em cada 10 adultos no Brasil receberão algum benefício do governo federal pago pela Caixa”, ressaltou Guimarães. Ele disse, ainda, que foram liberados R$ 9,2 bilhões para micro e pequenas empresas, nas principais linhas de enfrentamento da crise: R$ 7,3 bilhões do Pronampe e R$ 1,9 bilhão de crédito assistido do Sebrae.

 

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação