Governo anuncia liberação de R$ 160 milhões para asilos

O governo lançou ainda uma campanha, em parceria com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), com o objetivo de informar e conscientizar idosos sobre as tentativas de golpes financeiros

Ingrid Soares
postado em 02/09/2020 14:00
 (foto: Ana Rayssa/CB/D.A Press)
(foto: Ana Rayssa/CB/D.A Press)

A ministra do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), assinou na manhã desta quarta-feira (02/09) uma portaria que define os critérios para a destinação de R$ 160 milhões às Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs). A medida ocorreu durante solenidade no Palácio do Planalto e visa garantir a realização de ações para minimizar os efeitos da pandemia do novo coronavírus.

O presidente Jair Bolsonaro também participou do evento, mas não discursou ou concedeu entrevistas.

O governo lançou ainda uma campanha, em parceria com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), com o objetivo de informar e conscientizar idosos sobre as tentativas de golpes financeiros.

Damares agradeceu a Bolsonaro e afirmou que os idosos estavam esquecidos no Brasil.

“Vamos fazer uma revolução de direitos humanos no Brasil, protegendo os idosos. Obrigado a todos vocês que vieram neste ato. E às instituições de longa permanência: o dinheiro vai chegar nos próximos dias. Obrigado, Congresso Nacional, obrigada, presidente Bolsonaro. R$ 160 milhões vão salvar muitas instituições lá na ponta”, apontou.

Plano de contingência

Segundo o governo, foram destinados quase R$ 4 bilhões em apoio às pessoas idosas. A ação inclui dois eixos - Saúde e Assistência Social - e compõe uma nova etapa do Plano de Contingência para Pessoas Vulneráveis durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Parte do montante foi utilizada na aquisição de 75 milhões de doses para a campanha de vacinação de 2020 e na divulgação de orientações de higiene e cuidado para gestores de ILPIs e de 6,2 mil instituições de acolhimento, de atendimento, de assistência e de prestação de serviços a pessoas idosas.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação