Café: consumo amplia-se e eleva preços

Israel Medeiros*
postado em 12/09/2020 07:00

O aumento do preço do café para os consumidores chegou a 20% na pandemia. É o que revelou Silas Brasileiro, presidente do Conselho Nacional do Café. Em entrevista ao CB.Agro — uma realização do Correio Braziliense e da TV Brasília —, ele ressaltou que diversas cafeterias foram fechadas no período de pandemia e isso ajudou a aumentar os preços. Mesmo assim, pelo fato de muitas pessoas estarem em isolamento, o hábito de tomar café deu um impulso ao consumo.
“O cafezinho aumentou muito, mas porque diversas cafeterias foram fechadas e não têm condições de reabrir por causa da pandemia. Com isso, concentrou-se muito a venda em alguns locais. Como ficamos mais restritos a nossas residências, o café faz companhia. Isso aumentou, sem dúvidas, o hábito de tomar café”, explicou.


Ele disse, ainda que, em vários locais do mundo, houve compra em excesso no início da crise, na tentativa de fazer estoques. Isso porque não se sabia se os portos seriam fechados. A prática, segundo Brasileiro, ajudou a elevar os preços. O presidente revelou, também, que o país tinha um excedente de produção de 5 milhões de sacas da safra de 2018/2019, que foi consumido durante a pandemia. Para este ano, a produção total já chegou a 59,6 milhões de sacas. A previsão, segundo Silas, é de que se consumam 21 milhões de sacas internamente. A exportação deve alcançar 38 a 40 milhões de sacas.

DF destaca-se

Silas Brasileiro ressaltou, ainda, a produção de café no Distrito Federal — que considera de qualidade. “Por ser uma região de cerrado, ninguém acreditava que o Distrito Federal poderia ser um grande produtor de café. E é um café de qualidade. Haja vista que o prêmio Ernesto Illy, que é o de maior prestígio no mundo, saiu para um produtor de Brasília. Isso é muito bom porque temos aqui uma mão de obra grande, que às vezes está ociosa e pode ser usada na cultura durante o ano todo. Brasília já exportou café, inclusive, para a Itália”, lembrou.

*Estagiário sob a supervisão de Odail Figueiredo

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação