Crise

Banco Central reduz projeção de queda do PIB de 2020

Estimativa feita em junho era de redução de 6,4%, agora vai para 5%. A projeção está no Relatório da Inflação divulgado pelo BC a cada três meses

Agência Brasil
postado em 24/09/2020 09:49
 (crédito: CNI/José Paulo Lacerda)
(crédito: CNI/José Paulo Lacerda)

O Banco Central (BC) reduziu a projeção de queda da economia brasileira este ano. A estimativa de recuo do Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, passou de 6,4%, previstos em junho, para 5%. A estimativa está no Relatório de Inflação, divulgado trimestralmente pelo BC.

No relatório, o BC lembra que o PIB recuou 9,7% no segundo trimestre de 2020, "repercutindo a magnitude da retração da atividade em março e, principalmente, em abril". Segundo o Banco Central, há "perspectivas mais favoráveis para o terceiro trimestre, em linha com os indicadores domésticos disponíveis, as informações mais recentes sobre a pandemia e a evolução esperada da economia internacional".

Para 2021, "ainda com incerteza acima da usual", a projeção de crescimento é de 3,9%. "Ressalte-se que essa perspectiva depende da continuidade do processo de reformas e ajustes necessários na economia brasileira, condição essencial para permitir a recuperação sustentável da economia", finaliza o Banco Central.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação