MERCADO

Ibovespa fecha em queda após 4 altas seguidas; dólar fica a R$ 5,62

Debate mais amigável entre candidatos à Presidência dos Estados Unidos e esperança de pacote econômico no país foram alguns dos assuntos que repercutiram entre os investidores nesta sexta-feira (23/10)

Jailson R. Sena*
postado em 23/10/2020 17:55 / atualizado em 23/10/2020 17:55
 (crédito: Yuri Cortez/AFP)
(crédito: Yuri Cortez/AFP)

O dólar encerra a semana em alta de 0,66%, cotado a R$ 5,62, depois de último debate antes das eleições nos Estados Unidos mais calmo entre o presidente Donald Trump e o candidato democrata Joe Biden. O Ibovespa, principal índice da B3, caiu 0,65%, fechando aos 101.259 pontos, após quatro altas seguidas.

Nos EUA, prevalece o monitoramento sobre a liberação do pacote de estímulo fiscal que está perto de sair. Porém depois de dar essa esperança, a presidente da Câmara de Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, disse que ainda poderia “levar um tempo” antes que a lei definindo o pacote fosse escrita e assinada.

No cenário interno, a Fundação Getulio Vargas divulgou nesta sexta-feira (23/10) o Índice de Confiança do Consumidor (ICC), que caiu 1 ponto em outubro, indo para 82,4 pontos e interrompendo uma trajetória de 5 altas seguidas.

Já o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo — Base 15 (IPCA-15) subiu 0,94% em outubro na comparação mensal, segundo informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Trata-se da maior taxa para o mês desde 1995 e da maior alta mensal desde dezembro do ano passado. Em setembro, o índice marcava alta de 0,45%.

Pnad Covid-19

O instituto também divulgou a taxa de desemprego, que aumentou de 13,6%, em agosto, para 14,0%, em setembro, maior resultado da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Covid (Pnad Covid-19) mensal, iniciada em maio pelo IBGE.

*Estagiário sob a supervisão de Andreia Castro

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação