MERCADO

Dólar e Ibovespa fecham em alta nesta quinta-feira (26/11)

Esperança sobre vacina em meio a medidas restritivas em países europeus com alta de casos do novo coronavirus repercutiram no mercado financeiro

Jailson R. Sena*
postado em 26/11/2020 19:00 / atualizado em 26/11/2020 19:01
 (crédito: Nelson Almeida/AFP)
(crédito: Nelson Almeida/AFP)

Em meio aos efeitos da segunda onda da covid-19 em países da Europa e nos Estados Unidos, e a esperança da chegada de uma vacina, o dólar encerrou em alta de 0,25% sendo cotado a R$ 5,33 nesta quinta-feira (26/11). Já o Ibovespa, principal índice da B3, fechou em alta alta de 0,09%, alcançando 110.227 pontos.

Países como França e Reino Unido ainda mantêm medidas mais rígidas de lockdown, o que pode voltar a impactar a economia. Na Alemanha, o novo lockdown foi estendido até o dia 20 de dezembro e a chanceler, Angela Merkel, disse que as medidas de isolamento podem durar até janeiro se necessário.

Sobre a questão de vacina, o executivo Menelas Pangalos, vice-presidente da AstraZeneca, reconheceu, na quarta-feira (25) à noite, que houve um erro de dosagem na vacina que desenvolve em parceria com a Universidade de Oxford, mas ressaltou que ele é irrelevante para a conclusão dos estudos.

Mercado interno

No cenário interno, o indicador da Fundação Getulio Vargas mostrou que a confiança do comércio registrou, neste mês, a segunda queda consecutiva. Os investidores também monitoram as discussões em torno do Orçamento de 2021 e as medidas de ajuste fiscal para garantir a saúde das contas públicas.

Ainda no radar do mercado, o dado do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) mostra que foram abertas 394.989 vagas com carteira assinada no mês, resultado de 1.548.628 admissões e de 1.153.639 desligamentos. Com isso, outubro teve o melhor resultado desde 1992 na criação de empregos.

*Estagiário sob a supervisão de Andreia Castro

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE