COVID-19

Caixa anuncia redução de juros a hospitais filantrópicos e Santas Casas

Segundo a instituição financeira, 1.651 entidades de saúde contarão com pausa de parcelas e nova linha de crédito

Ingrid Soares
postado em 25/03/2021 17:19 / atualizado em 25/03/2021 17:54
 (crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
(crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

O presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Pedro Guimarães, anunciou em solenidade no Palácio do Planalto, nesta quinta-feira (25/3), a redução de juros a Santas Casas e hospitais filantrópicos. Segundo ele, Santas Casas e hospitais filantrópicos poderão contratar a nova linha de crédito com juros 42% mais baratos que a taxa cobrada atualmente.

O presidente Jair Bolsonaro caracterizou que a medida servirá de grande ajuda ao setor. "Sobre as nossas Santas Casas, obviamente tenho um carinho muito especial por elas, porque a minha vida foi salva numa delas, a de Juiz de Fora em setembro de 2018", relatou.

"Nós sendo provocados, nós agimos e o endividamento das Santas Casas com a Caixa é um pouco grande e os juros um pouco alto ou muito alto pra eles que pagam. E, hoje, a Caixa apresenta soluções para isso e também uma nova linha de crédito para outras Santas Casas com juros lá embaixo. Isso ajuda em muito caso as Santas Casas entendam que possam contrair esses empréstimos com juros bastante módicos com carência bastante longa para melhor atender a população de maneira geral, em especial os nossos vitimados da covid-19", concluiu.

A linha “Caixa Hospitais Pós-Fixadas” terá taxa a partir de 0,29% aos mês, mais o Certificado de Depósito Bancário (CDI). As instituições hospitalares terão carência de seis meses para o pagamento da primeira parcela. O prazo para amortização dos empréstimos foi ampliado para 120 meses (10 anos) — atualmente, é de 84 meses (sete anos). Segundo a instituição financeira, 1651 entidades de saúde contarão com pausa de parcelas e nova linha de crédito

Há ainda o prazo de mais 180 dias para que as Santas Casas e os hospitais filantrópicos possam fazer os pagamentos das parcelas das linhas de crédito Caixa Hospitais, Caixa Giro SUS e Caixa Hospitais FGTS. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE