Fábricas

Produção da Volks no ABC será suspensa por falta de semicondutores

Motivo é o mesmo que levou a montadora a interromper na última segunda-feira, 14, a produção das duas outras fábricas

Agência Estado
postado em 11/06/2021 19:08
 (crédito: VW Brasil/reprodução)
(crédito: VW Brasil/reprodução)
Após suspender a produção nas fábricas de Taubaté, no interior de São Paulo, e São José dos Pinhais, no Paraná, a Volkswagen anunciou nesta sexta-feira, 11, que vai parar, também por dez dias, as atividades produtivas em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, onde monta os modelos Polo, Virtus, Nivus e Saveiro.
O motivo é o mesmo que levou a montadora a interromper na última segunda-feira, 14, a produção das duas outras fábricas: a falta de componentes eletrônicos em decorrência da escassez global de semicondutores.
A paralisação em São Bernardo começa no dia 21 de junho, data a partir da qual a montadora também vai suspender por dez dias a produção de motores em São Carlos, no interior paulista. A Volkswagen, além disso, decidiu adiar para 1 de julho a volta das atividades no Paraná, antes prevista para a próxima quinta-feira.
Em nota, a montadora adianta que novas paralisações não estão descartadas caso o cenário global de fornecimento de semicondutores permaneça crítico. Agora, chega a dez o número de fábricas de automóveis - ou seja, metade do total - que desde o fim do mês passado voltaram a parar ou tiveram retorno da produção adiada em razão da crise de abastecimento, mais grave agora nos componentes eletrônicos.
A Volkswagen informa que, embora venha trabalhando "intensamente" para minimizar os efeitos da escassez de semicondutores, não há sinais de normalização no fornecimento de chips. "Ao contrário, há sérios riscos de agravamento dessa situação nas próximas semanas", diz a companhia.
 

CONTINUE LENDO SOBRE