EQUIPE ECONÔMICA

Lara Resende critica Guedes: "Não existe mercado sem Estado"

Para o ex-diretor do Banco Central, o ministro da Economia está equivocado ao defender o Estado mínimo, com uma participação cada vez menor do poder público

Roberto Fonseca
postado em 28/06/2021 22:41 / atualizado em 28/06/2021 23:55
 (crédito: Reprodução/TV Cultura)
(crédito: Reprodução/TV Cultura)

O economista e banqueiro André Lara Resende criticou as declarações do ministro da Economia, Paulo Guedes, em defesa do Estado mínimo, com uma participação cada vez menor do poder público. Doutor em economia pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT), foi diretor do Banco Central, presidente do BNDES e um dos formuladores do Plano Real. "O papel do Estado é fundamental. Ao contrário do que se pretende esse liberalismo meio primário, primitivo, não existe mercado sem Estado", disse o economista André Lara Resende, em entrevista ao programa Roda viva, da TV Cultura, na noite desta segunda-feira (28/6).

"A origem da moeda é o Estado. O Estado organizado que toma conta da moeda do país. Não há moeda quando não há Estado. E não há mercado quando não há moeda. Logo, não há mercado quando não há Estado", completou Lara Resende, que trabalhou no governo durante a gestão de Fernando Henrique Cardoso, sendo inclusive presidente do BNDES. "Guedes é formado na Universidade de Chicago, a alma mater do neoliberalismo, (...) em que basta redução do Estado, equilíbrio orçamentário e fiscal, para que os investimentos sejam feitos e tudo estará bem, o que é um brutal equívoco."

"O Estado não pode tudo e o Estado deve ser competente e responsável. O que está errado é definir responsabilidade fiscal simplesmente com equilíbrio orçamentário em qualquer circunstância e a qualquer custo", afirmou.

"Sou claramente contra o Estado como um empresário, dono de empresas. Nesse sentido, continuo francamente a favor das privatizações. (...) Mas (...) a ordenação do sistema de energia precisa de um plano único que tem que ser feito pelo Estado." 

Durante o programa, Lara Resende abordou temas do dia a dia da política nacional, como o bolsonarismo, a polarização política no país e a possibilidade de um embate entre o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições de 2022.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE