Seu bolso

Serasa oferece a endividados chance de quitar dívidas por R$ 100

Ação já beneficiou mais de 1 milhão de brasileiros que tinham pendências financeiras com as 24 empresas participantes. Segundo pesquisa da CNC, 69,7% das famílias estão endividadas

Fernanda Fernandes
postado em 05/08/2021 23:31 / atualizado em 05/08/2021 23:35

Consumidores endividados devem ficar atentos ao prazo do “Feirão limpa nome” da Serasa que, este ano, vai até o dia 31 de agosto. A campanha, iniciada em 12 de julho, permite que brasileiros em dívida com 24 empresas participantes possam quitar débitos de R$ 200 a R$ 1000, integralmente, por R$ 100. Segundo informações da empresa, os descontos chegam a até 99%, e mais de 1 milhão de endividados já se beneficiaram da negociação facilitada, e milhões de dívidas ainda podem ser negociadas sob as condições especiais até o final de agosto.

“Desde o dia 12 de julho, quando a ação de R$100 começou, a Serasa já disponibilizou mais de R$ 3 bilhões em descontos e ajudou mais de 1,1 milhão de brasileiros a renegociarem suas dívidas”, afirma o gerente executivo de marketing da Serasa, Matheus Moura.

Ainda segundo a Serasa, a negociação ocorre de forma simples e rápida. “Os acordos são fechados em menos de 3 minutos e as consultas podem ser feitas de forma gratuita pelo site, aplicativo Serasa, WhatsApp ou ligação [...] quem preferir negociar presencialmente pode ir em uma das unidades dos Correios”, diz nota da empresa, que pede que os consumidores priorizem os meios digitais, devido à pandemia.

Cartão de crédito

As empresas participantes da campanha esse ano são: Ativos, Atlântico, Avon, BMG, Bradesco, Calcard, Casas Bahia, Claro, Colombo, Crediativos, Credsystem, Digio, Hoepers, Itapeva, Itaú, MGW, Pernambucanas, Ponto Frio, Recovery, Renner, Riachuelo, Tribanco, Vivo e Zema. O Feirão do Nome Limpo é uma ação antiga da Serasa, com registros desde 2012. Na edição de 2020, mais de 6 milhões de dívidas foram quitadas.

Atualmente, 69,7% das famílias brasileiras estão endividadas, segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Desse total, 10,8% declararam que não têm condições de pagar contas ou dívidas e que permanecerão inadimplentes. Ainda segundo a pesquisa, o principal vilão das dívidas nos lares brasileiros é o cartão de crédito, responsável pelos débitos de 81,8% das famílias.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE