Com agronegócio fraco, PIB sofre

Correio Braziliense
postado em 03/12/2021 00:01

Os que desprezam os efeitos das mudanças climáticas deveriam prestar atenção no resultado do PIB brasileiro. Diversos fatores contribuíram para que o país entrasse em recessão técnica — inclusive a incompetência do governo. Um dos motivos, porém, foi o fraco desempenho do agronegócio nos últimos meses. Segundo especialistas, as quebras de safras estão atreladas sobretudo a fatores climáticos, como geadas e secas, que reduziram significativamente a produtividade de diversas culturas (queda de 22,4% no café de 17,5% no algodão). Em 2021, o Brasil enfrentou a maior seca da história, e todos os especialistas apontam as mudanças do clima como as principais responsáveis pelo fenômeno. No sul de Minas Gerais, fazendas de café foram devastadas pela falta de chuvas. No noroeste de São Paulo, lavouras de laranja sumiram do mapa. Espera-se que os negacionistas do clima aprendam a lição: as mudanças climáticas estão aí, quer admitam ou não.

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE