Caso está na PF, no MPF e no TCU

Correio Braziliense
postado em 29/03/2022 00:01

O escândalo que culminou na saída de Milton Ribeiro do Ministério da Educação não repercutiu apenas no Congresso Nacional. O caso está na Polícia Federal, no Ministério Público Federal (MPF) e no Tribunal de Contas da União (TCU). Com base nas reportagens, o MPF pediu abertura de inquérito para apurar o envolvimento do ministro da Educação com os dois pastores por suposta prática de crimes. A repercussão também é muito grande nos meios evangélicos. Diversos líderes religiosos têm condenado as práticas denunciadas no Ministério da Educação.

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE