Inflação

IGP-M alivia em março

Correio Braziliense
postado em 31/03/2022 00:01

O Índice Geral de Preços — Mercado (IGP-M) arrefeceu a 1,74% em março, após alta de 1,83% em fevereiro, informou ontem a Fundação Getulio Vargas (FGV). A inflação acumulada em 12 meses pelo IGP-M desacelerou de 16,12% para 14,77%. No ano de 2022, o indicador acumula alta de 5,49%.

A desaceleração do IGP-M de março foi puxada pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-M), que subiu 2,07%, ante 2,36% em fevereiro. O índice de preços no atacado acumula variação de 16,55% em 12 meses.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC-M), por outro lado, acelerou de 0,33% para 0,86%, com inflação acumulada de 9,19% em 12 meses.

Sete das oito classes componentes do IPC-M registraram avanço. A principal contribuição foi de Transportes (0,26% para 1,15%), com destaque para gasolina (-0,89% para 1,36%).

Também aceleraram os grupos Alimentação (1,08% para 1,73%), Habitação (0,13% para 0,75%), Educação, Leitura e Recreação (-0,10% para 0,44%), Vestuário (0,20% para 0,91%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,05% para 0,17%) e Despesas Diversas (0,16% para 0,26%).

Nessas classes, os itens com maior influência foram hortaliças e legumes (7,76% para 13,77%), tarifa de eletricidade residencial (-1,10% para 0,67%), passagem aérea (-7,43% para 1,73%), roupas (0,32% para 0,92%) e medicamentos em geral (0,07% para 0,26%).

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE