CANDANGÃO

Conheça o "Julian Nagelsmann" do Real Brasília

Correio Braziliense
postado em 18/08/2020 23:56
 (foto: Ricardo Botelho/Real Brasília)
(foto: Ricardo Botelho/Real Brasília)

Sensação da Liga dos Campeões ao levar o Red Bull Leipzig às semifinais do principal torneio de clubes da Europa aos 33 anos, Julian Nagelsmann tem um colega de profissão similar no Distrito Federal. Dois anos mais jovem do que o alemão, o goiano Ariel Mamede é o treinador caçula entre os quatro candidatos ao título do Candangão.

Nascido em 24 de maio de 1989, Mamede tem 31 anos. É sete meses mais jovem do que o artilheiro isolado da Champions League, o centroavante polonês Robert Lewandowski (14 gols).

A carreira do técnico do Real no jogo de ida das semifinais, hoje, às 15h30, no Defelê, em Vila Planalto, começou aos 22 anos.

“Eu sempre quis ser treinador desde jovem. Em um período de férias, tive oportunidade com um ex-treinador meu de treinar no sub-17 do Anápolis. Ele convidou-me para ser auxiliar dele. Tinha convite para jogar em Portugal, mas desisti e troquei a chuteira pela prancheta”, conta Mamede.

O jovem técnico devora livros. Os ídolos dele são nomes badalados. Leu obras de Pep Guardiola, José Mourinho, Carlo Ancelotti e Alex Ferguson. “Pego um pouco da tática de um, do estilo de treino do outro, a periodização tática. Gosto de futebol, psicologia do esporte, liderança e coach”, conta o estudioso Mamede.

Com títulos do Campeonato Rondoniense, da Série B do Goiano e vice em Mato Grosso, o técnico admite o favoritismo do Brasiliense, mas não teme. “São 180 minutos. Precisamos de inteligência, sem desespero. Necessitamos da final para crescer e ter calendário em 2021”, prega. Só o campeão e o vice terão direito a vaga para a Série D. (MPL)

Semifinais (ida)

Hoje
15h30 – Real Brasília x Brasiliense
16h – Formosa x Gama


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação