CANDANGÃO

Conquista na emoção e na raça

Gama se consolida como maior campeão do DF ao chegar ao 13º título na história após reverter placar e bater o rival Brasiliense nos pênaltis, dentro do lendário estádio Bezerrão

Correio Braziliense
postado em 29/08/2020 23:27 / atualizado em 29/08/2020 23:30
 (foto: Ricardo Botelho/Gama)
(foto: Ricardo Botelho/Gama)

A torcida alviverde acreditava fielmente na vitória, tanto que tomou conta dos arredores do estádio Bezerrão na tarde de ontem. Sem poder entrar no estádio por causa das proibições ligadas às medidas de restrições impostas como forma de combate à disseminação do novo coronavírus, a massa começou a chegar à arena logo após o horário do almoço. E foi do lado de fora que os torcedores vibraram quando o goleiro Rodrigo Calaça voou para fazer a última defesa no pênalti cobrado pelo Brasiliense e decretar o 13º título do Periquito no Candangão.

Mas, foi preciso ter muita fé na vitória, uma vez que o Gama vinha de derrota por 3 x 1 no primeiro confronto entre as equipes, no meio de semana, no estádio Mané Garrincha. Porém, não era impossível. Tanto que o alviverde venceu por 2 x 0 no tempo regulamentar com gols de Éverton e Nunes. Nos pênaltis, o time converteu todos as cobranças.

Com a bola rolando, o primeiro quarto de jogo foi com a marcação armada do Jacaré. Já o Gama apostava suas fichas nas escapadas do velocista Éverton.

No retorno para a etapa final, Michel Platini veio para a partida na vaga de Esquerdinha. A mexida deu certo, tanto que aos 3 minutos, Wallace cruzou na cabeça de Nunes, que completou para o gol. No entanto, o centroavante estava em posição de impedimento. Um minuto depois, Platini também teve chance em um cabeceio, mas mandou por cima.

A partir dos 10 minutos de bola rolando no segundo tempo, todas as iniciativas eram tomadas pelo Gama. De tanto persistir, aos 11 minutos, o time foi premiado. David Souza pegou a sobra de uma bola levantada e arriscou de fora da área. A bola desviou na barriga de Everton e enganou Fernando Henrique.

Aos 30, Fernando Henrique saiu mal da área e, no bate-rebate, Nunes foi derrubado. O árbitro marcou pênalti. Na cobrança, o próprio atacante converteu.

O jogo foi para a decisão nos pênaltis. Rodrigo e Sandy desperdiçaram para o Brasiliense. O Gama converteu todas que precisou bater e garantiu o título da temporada 2020.

Fred marca e Flu dorme no G4

O Fluminense mostrou que está em crescimento e venceu por 2 x 1 o Vasco, ontem, no Maracanã. Com o resultado, os tricolores chegaram a 10 pontos. Os cruzmaltinos seguem com os mesmos 10, e viu sua invencibilidade sob o comando de Ramon Menezes chegar ao fim.

No primeiro tempo, o Fluminense teve o domínio do jogo e marcou logo no início, com Dodi. No segundo tempo, o Vasco foi melhor, mas pouco produziu no ataque. No contra-ataque, os tricolores chegaram ao segundo gol, com Fred, seu primeiro no retorno ao clube. Talles Magno ainda descontou para os cruzmaltinos no fim.

O Fluminense não deu chance para o Vasco e abriu o placar logo aos dois minutos. Marcos Paulo fez boa jogada e cruzou, mas viu a zaga afastar. Só que a bola sobrou para Dodi, que acertou belo chute, sem chance para Fernando Miguel.

Os tricolores seguiram melhores em campo depois do gol e desperdiçaram mais duas chances antes dos 10 minutos, com Yuri e Nenê.

Nos minutos finais da partida, os cruzmaltinos pressionaram, mas viram Talles Magno ser expulso após revidar falta de Igor Julião. Com isso, o Fluminense conseguiu segurar a vitória no Maracanã.

São Paulo e Corinthians fazem jogo dos instáveis

Em momentos instáveis na temporada, São Paulo e Corinthians enfrentam-se hoje, às 11h no Morumbi, pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro. O segundo Majestoso do ano, o primeiro depois da paralisação do futebol, colocará frente a frente tricolores e alvinegros em busca da primeira grande vitória no torneio nacional.

Além dos resultados recentes, o time de Fernando Diniz vem com mudanças para o clássico. Diego Costa e Léo assumiram a titularidade na zaga, mas, por conta da suspensão de Reinaldo pelo terceiro cartão amarelo, Léo deverá voltar à lateral-esquerda, com o retorno de Bruno Alves ao time.

Outra grande mudança será no meio-campo. Pela primeira vez no ano, Diniz não poderá escalar Daniel Alves. O camisa 10 sofreu fratura no braço contra os paranaenses e está fora por tempo indeterminado. Segundo apuração da da imprensa paulista, Hernanes deverá entrar no time, após ter agradado Diniz no segundo tempo contra o Athletico.

Do outro lado, para fazer os últimos ajustes antes do clássico, o técnico Tiago Nunes promoveu um treino tático no CT Dr. Joaquim Grava. Na sequência, foi realizada uma atividade de bolas paradas.

Rodada

SANTOS X FLAMENGO
Santos e Flamengo voltam a se enfrentar na Vila Belmiro hoje, às 16h (de Brasília), pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Cuca confirmou João Paulo no gol e adiantou Jobson como substituto de Alison. Raniel deve ser novidade no ataque na vaga de Kaio Jorge. No Flamengo, Rodrigo Caio e Gabigol são dúvidas por conta de lesão na coxa.

INTERNACIONAL 2 X 0 BOTAFOGO
O Internacional mostrou força ao vencer por 2 x 0 o Botafogo, ontem, no Nilton Santos. Com o resultado, os gaúchos chegaram a 15 pontos e seguem na liderança do Campeonato Brasileiro. Já os alvinegros, com seis, tiveram sua sequência positiva encerrada. O Inter foi superior no primeiro tempo e fez dois gols, com Thiago Galhardo e Boschilia.

BAHIA 1 X 1 PALMEIRAS
Vindo de duas vitórias consecutivas, o Palmeiras voltou a empatar no Brasileirão ontem. O time alviverde liderou o placar até os acréscimos da partida disputada no Estádio Pituaçu, mas cedeu o empate por 1 x 1 ao Bahia em uma falha do goleiro Weverton. O Verdão marcou com Zé Rafael e o Bahia, com Marco Antônio.

CRUZEIRO 1 X 2 AMÉRICA
O Cruzeiro tropeçou mais uma vez e chegou a quatro partidas consecutivas sem vitória. Ontem, a Raposa encarou o América-MG no Mineirão, pela 6ª rodada da Série B Brasileiro, e perdeu o clássico estadual pelo placar de 2 x 1. Bauermann e Matheusinho marcaram para o Coelho, enquanto Arthur Caíke descontou.

ATLÉTICO-MG X TOMBENSE
Após muitas emoções no primeiro confronto da final do Campeonato Mineiro, em que o Atlético-MG virou o jogo para 2 x 1 contra o Tombense no último lance, as equipes voltam a se encontrar hoje, às 16h, no Mineirão, para definir quem receberá a taça. Com a vitória, o Atlético-MG pode jogar pelo empate que ainda será campeão.

GRÊMIO X CAXIAS
Às 16h de hoje, o Grêmio recebe o Caxias em sua Arena pela segunda partida da final do Gaúcho. No primeiro duelo, no Estádio Centenário, o time de Renato Portaluppi derrotou a equipe grená por 2 x 0. Com isso, pode perder por até um gol de diferença para ser campeão.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação