BRASILEIRÃO

No colo do Vasco

Cano decreta vitória cruz-maltina sobre o Athletico-PR, brinda o time com o quarto triunfo e ocupa o terceiro lugar na caça ao título com um jogo a menos. Argentino tem cinco gols e está na briga pela artilharia

Correio Braziliense
postado em 06/09/2020 23:08
 (foto: Rafael Ribeiro/Vasco da Gama)
(foto: Rafael Ribeiro/Vasco da Gama)

O argentino Germán Cano voltou a ser o herói do Vasco, ontem, na vitória por 1 x 0 sobre o Athletico-PR, em São Januário, no Rio de Janeiro, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Com o segundo jogo sem derrota, o Vasco alcançou os 14 pontos, três a menos do que o líder Internacional, que soma um jogo a mais. O Athletico, por sua vez, chegou a seis tropeços seguidos, sendo cinco derrotas, e acumula apenas sete pontos.

O técnico Ramon Menezes festejou o desempenho do time após a partida. “Feliz, muito feliz com o resultado e com o que vi dentro do campo. Acho que nós temos que sair daqui muito satisfeitos porque, com tudo que estamos vivendo, uma pandemia e perdendo jogadores e com jogos quarta e domingo, quase que é impossível contar com todos os atletas 100%. Mais importante é que esse grupo tem entendimento perfeito de tudo que está se passando. De parte tática, recuperação, parte física. E por isso estamos conseguindo os resultados. Dedico aos jogadores por toda a entrega e luta. Fiquei muito satisfeito porque é uma busca do equilíbrio”, destacou.

O Vasco começou no ataque e foi para cima do Athletico. Aos seis minutos, o time carioca já comemorava o gol. Benítez tabelou com Pikachu e cruzou na medida para Cano anotar seu quinto gol no Brasileirão. Oportunista, na pequena área, o argentino só teve o trabalho de empurrar para as redes.

O Athletico respondeu aos 12 minutos. Geuvânio chutou firme, mas Fernando Miguel espalmou. O time paranaense não ameaçou outra vez nos primeiros 45 minutos.

No segundo tempo, o Vasco entrou lento e o Athletico foi atrás do empate. Aos 18, Erick mandou uma bomba, mas Fernando Miguel fez boa defesa e evitou o empate. O jogo caiu de produção até os 34 minutos, apesar do maior volume do visitante.

Bruno Gomes roubou a bola e acionou Ribamar, que chutou forte e ampliou, mas o árbitro paulista Raphael Claus consultou o VAR e anulou. No início da jogada, Bruno Gomes fez uma falta em Christian, só vista pelas lentes do VAR. O gol, porém, não fez falta e o Vasco confirmou mais uma vitória dentro de São Januário.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação