BRASILEIRÃO

O domingo do quarteto carioca

Vasco tenta desbancar líder Atlético-MG. Botafogo estreia técnico em clássico contra o Flu. E Fla joga sem comando de Jordi Guerrero

Correio Braziliense
postado em 03/10/2020 22:59
 (crédito: Rafael Ribeiro/Vasco)
(crédito: Rafael Ribeiro/Vasco)

Sem emplacar os quatro grandes nas oitavas de final da Copa do Brasil desde 2013, o futebol carioca concentra cada vez mais as atenções no Brasileirão. Restam Flamengo e Botafogo no mata-mata nacional. Enquanto isso, na Série A, as pretensões variam da briga pelo título à permanência na elite.

O jogo mais esperado de hoje é entre Atlético-MG e Vasco, às 20h30, no Mineirão, em Belo Horizonte. Mineiro de Contagem, o técnico Ramon Menezes tem história no Galo. Foi campeão estadual pelo time alvinegro em 2000. Hoje, a missão dele será parar o líder.

A equipe comandada por Jorge Sampaoli acumula três vitória consecutivas — oito no tal em 11 jogos. Depois de um início animador, o Vasco amarga duas partidas sem vitória e tenta se recompor da eliminação na Copa do Brasil diante do arquirrival Botafogo.

A volta de Benítez é a melhor notícia do Vasco. O time perdeu criatividade e a conexão dele com Cano, que não balança a rede há quatro jogos. O Atlético tem todo o elenco disponível.

Na matinê de 11h, no Nilton Santos, o Botafogo estreará o técnico Bruno Lazaroni contra o embalado Fluminense. O filho de Sebastião Lazaroni — treinador do Brasil na Copa de 1990, na Itália, herdou a vaga do demitido Paulo Autuori. O tricolor goleou o Coritiba por 4 x 0 na última segunda-feira.

Candidato ao título, o Flamengo duelará com o Athletico-PR, às 16h, no Maracanã, sem um talismã. Personagem do empate por 1 x 1 com o Palmeiras e nos 4 x 0 contra o Independiente del Valle, o auxiliar Jordi Guerrero testou positivo para covid-19. Há chance de Domènec Torrent voltar, hoje.

O Flamengo acerta os últimos detalhes para oficializar a contratação do atacante Gabriel Barros, promessa do Ituano. Aos 18 anos, o jovem é apontado no interior de São Paulo como o “novo Martinelli”, referência ao atacante Gabriel Martinelli do Arsenal da Inglaterra. Inicialmente, o reforço será para o time sub-20, comandado por Maur´cio Souza. O Ituano admite o interesse do clube carioca e confirma as conversas, mas nega qualquer acerto.



Rodada

Grêmio 1 x 1 Internacional

O Internacional continua sem vencer clássicos contra o Grêmio. Ontem, o colorado escapou da derrota graças um gol de pênalti de Thiago Galhardo. Pepê havia aberto o placar para o tricolor gaúcho. Com o resultado, o time de Renato Gaúcho ampliou para 11 jogos a sequência invicta contra o arquirrival em qualquer torneio.


Palmeiras 2 x 1 Ceará

Invicto há 20 jogos, 12 deles nesta Série A, o Palmeiras derrotou o Ceará por 2 x 1, ontem, no Allianz Parque, e dormiu na terceira posição, dois pontos atrás do líder Atlético-MG. Raphael Veiga abriu o placar para o time alviverde, Eduardo Brock empatou, mas Willian garantiu o triunfo do time paulista, em São Paulo.


Coritiba x São Paulo

Eliminado da Libertadores ao perder para o River Plate, por 2 x 1, o São Paulo jogará, hoje, mais uma vez sob pressão. Depois de embarcar para Curitiba ouvindo cobranças da torcida, o tricolor tentará, mais uma vez, salvar o emprego do técnico Fernando Diniz, às 16h, no Couto Pereira. Machucado, Hernanes é desfalque.


Bahia x Sport

Mano Menezes finalmente venceu à frente do Bahia, na última quarta, em jogo atrasado contra o Botafogo, no Rio, válido pela primeira rodada, mas a missão, hoje, às 18h15, em Pituaçu, é manter a regularidade contra um Sport que deixou a lanterna sob o comando de Jair Ventura para sonhar com vaga à Libertadores do ano que vem.


Fortaleza x Atlético-GO

Os dois times chegam desgastados ao duelo de hoje, às 18h15, na Arena Castelão. O Fortaleza, de Rogério Ceni, enfrentou o Ceará no meio da semana pela decisão do Estadual. O Atlético-GO empatou por 0 x 0 com o Corinthians em jogo atrasado da primeira rodada. Os bons trabalhos de Rogério Ceni e Vagner Mancini são uma atração à parte no duelo.


Goiás x Santos

O Goiás estreará, hoje, às 18h15, no Serrinha, contra o Santos, o terceiro técnico diferente na temporada. Depois de trocar Ney Franco por Thiago Larghi, demitir o subsitituto e contratar Enderson Moreira, o esmeraldino terá pela frente um Peixe embalado pela classificação antecipada para a Libertadores, que conta com o decisivo Marinho.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação