BRASILEIRÃO

São Paulo tenta colar no líder

Embalado por duas vitórias consecutivas, tricolor paulista defende retrospecto em casa contra o Grêmio e pode ter novidade na lateral

Correio Braziliense
postado em 17/10/2020 00:48
 (crédito: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
(crédito: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Invicto no Morumbi e animado com a volta do bom futebol, o São Paulo quer entrar de vez na briga pelo título do Brasileirão. Hoje, às 21h, a equipe de Fernando Diniz recebe o Grêmio com a missão de ganhar para encostar nos três primeiros colocados. Um triunfo deixaria os paulistas a dois pontos da concorrência.

O São Paulo está cinco pontos atrás de Atlético-MG, Internacional e Flamengo. Mas tem dois jogos a menos que gaúchos e cariocas e um dos mineiros. Ganhar nesta noite, portanto, vai credenciar a equipe à briga pelo sétimo título nacional.

Tricampeão brasileiro seguido em 2006, 2007 e 2008, o São Paulo há um bom tempo não briga para valer pela importante taça. Agora, conta com a recuperação do bom futebol e o moral elevado para ficar na briga pelo topo até o fim.

Ao menos a confiança do técnico Fernando Diniz está em alta. O treinador ajustou o setor ofensivo com Brenner e Luciano, municiados por Gabriel Sara e Daniel Alves e o São Paulo vem colhendo frutos.

São 11 jogos seguidos com o ataque funcionando. Foram 21 gols na série. A última vez que o São Paulo não marcou foi diante do Atlético-MG, jogo no qual Luciano teve um gol mal anulado. A CBF reconheceu nesta semana o erro do VAR no lance.

Após ver a entidade reconhecer sua reclamação, o São Paulo conseguiu mudar o árbitro de vídeo para este sábado. O clube conseguiu vetar Rodolpho Toski Marques e a CBF colocou Elmo Resende Cunha no lugar.

Para o confronto com o Grêmio, Fernando Diniz não terá o lateral-direito Igor Vinícius, que sentiu uma lesão muscular. Tchê Tchê deve entrar na equipe e revezar no setor com Daniel Alves. Diniz não quer mexer no seu quarteto ofensivo e estuda manter o veterano no meio.

Será o oitavo jogo como mandante do São Paulo no Brasileirão. Nos sete anteriores, cinco vitórias e dois empates, com ótimo aproveitamento de 80,1%.

Grêmio
Como o Grêmio decide a primeira colocação do grupo na Libertadores no meio de semana, diante do Júnior Barranquilla, algumas peças podem ser poupadas, casos de Maicon e Robinho. E o rodízio das laterais não acontecer dessa vez, o que beneficiaria Victor Ferraz.

De certo é a ausência de Diego Souza no ataque. O centroavante foi expulso diante do Botafogo. Isaque e Luiz Fernando disputam a vaga. Na defesa, depois de cinco jogos, a dupla titular entre Pedro Geromel e Kannemann estará junta novamente. Ambos foram diagnosticados com a covid-19 e o argentino só volta agora. Geromel enfrentou os cariocas na rodada passada.

 

Vasco apresenta técnico português

 (crédito: Carlos Gregório Jr/Vasco.com)
crédito: Carlos Gregório Jr/Vasco.com

O português Ricardo Sá Pinto esbanjou otimismo em sua apresentação, ontem, como novo técnico do Vasco. Depois de dizer que se “sente em casa”, o treinador afirmou que sua missão será “ajudar o Vasco” e deixar sua torcida feliz.

“O carinho foi realmente muito importante na minha decisão. Eu sinto isso desde que cheguei. Faz dois dias, foi lá no aeroporto, eu ouvi, li, me sinto em casa. Quero muito ajudar o Vasco, quero ajudar a torcida a ser feliz. Somos muitos”, disse Sá Pinto, que não vai dirigir a equipe contra o Internacional, amanhã, em Porto Alegre, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. O interino Alexandre Grasseli vai ficar no banco de reservas.

Sempre sorridente durante a conversa que teve com os jogadores no centro do gramado de São Januário, o técnico revelou que conversou com outros técnicos portugueses sobre a possibilidade de trabalhar no Brasil. “Sim, falei. O campeonato é talvez o mais competitivo do mundo. Está recheado de grandes equipes, quase todas já foram campeãs do torneio. A diferença entre vitória, empate e derrota é o detalhe. É por um jogador estar inspirado ou não, por exemplo. O equilíbrio é muito grande.”

Sá Pinto afirmou conhecer o Vasco e ter o desejo de trabalhar no clube. “Sempre acompanhei o Vasco, sempre ambicionei trabalhar aqui. E não hesitei”, disse. Sá Pinto pega o Vasco em 12º lugar no Brasileirão, com 18 pontos, e enfrentará o Inter, amanhã.


Fluminense mira o G-4


Invicto há cinco jogos e subindo ao menos uma posição a cada rodada, o Fluminense tentará manter o embalo para finalmente chegar ao G-4 do Brasileirão. Com os experientes Nenê e Fred descansados, o ordem é superar o Ceará, às 19h, no Maracanã, e esquentar a briga pela quarta posição com o São Paulo.

Nenê e Fred, peças importantes nos últimos resultados positivos do Fluminense, ganharam descanso no duro jogo diante do líder Atlético-MG, quarta-feira, e estão “inteiros” para o duelo de hoje contra o Vozão.

Eles retomam a posição no empolgado time carioca. Único que não foi batido pelos mineiros em Belo Horizonte, o Fluminense voltou para casa com gostinho que “podia ter vencido”, mas satisfeito com o 1 x 1.

Agora, a missão é ganhar a terceira partida seguida como mandante. Nos últimos dois duelos no Maracanã, 4 x 0 no Coritiba e 1 x 0 no Bahia. O ataque funcionou e a defesa com Nino e Digão foi muito bem.

O técnico Odair Hellmann espera que a equipe faça a trinca no Maracanã e, mesmo com Luccas Claro recuperado da covid-19, não deve mexer na zaga. Nino e Digão foram muito elogiados pela apresentação segura no Mineirão. Eles não cometeram nenhuma falta e ganharam todas as jogadas pelo alto.

O Fluminense joga antes do São Paulo na rodada. Portanto, se vencer, supera o rival na tabela.

Odair Hellmann não terá Fernando Pacheco, machucado com um minuto de jogo em Belo Horizonte. Luiz Henrique formará a dupla ofensiva com Fred. Danilo Barcelos cumpriu suspensão, mas não sabe se volta ao time. Egídio deve ser mantido.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação