NBB

Volta para casa vira trunfo

Animado depois de ótima vitória sobre o Franca, Brasília Basquete pega o Flamengo, no Ginásio da Asceb, confiando em iniciar bem a sequência de três jogos no DF para subir na classificação

DANILO QUEIROZ
postado em 18/12/2020 00:35

De ânimo renovado após vencer o Franca por 93 x 90 no último domingo, o Brasília Basquete chega ao confronto diante do Flamengo, hoje, com intenção de manter o bom desempenho demonstrado em quadra e iniciar uma arrancada na classificação do Novo Basquete Brasil (NBB). Atualmente em 13º lugar, a franquia candanga ainda mira a zona de play-offs e enfrenta o time carioca, às 20h, no Ginásio da Asceb, na 904 Sul. A partida, inclusive, marcará uma nova sequência de jogos da competição nacional na “bolha” do Distrito Federal.

Após utilizar a sequência de quatro dias sem partidas para aprimorar o jogo coletivo, o Brasília quer utilizar o fator casa para engatar uma sequência de vitórias seguidas pela primeira vez na temporada 2020/2021 do NBB. Até o momento, foram somente dois triunfos em 10 jogos. Além da partida contra o rubro-negro carioca, o time candango terá outros dois compromissos na capital federal em um espaço de quatro dias. No domingo, o adversário será o Pato Basquete, às 14h. Na terça-feira, a franquia local fechará o ano contra o Campo Mourão, às 17h.

Para o jogo contra o Flamengo, porém, o Brasília Basquete precisará lidar com algumas ausências provocadas por problemas médicos. Três desfalques foram provocados pelo novo coronavírus. O ala/pivô Felipe Esteves, o ala Danilo Monteiro e o armador Gabrielzinho testaram positivo para a covid-19 durante a sequência de jogos da equipe em São Paulo e nem sequer voltaram para o Distrito Federal, já que precisaram permanecer na capital paulista para cumprir quarentena. O último deles, inclusive, chegou a jogar por 22 minutos contra o Franca e foi diagnosticado em teste logo após a partida.

As demais baixas são causadas por questões físicas. A lista tem duas referências técnicas do time. Arthur, com uma lesão na panturrilha, e Nezinho, com um incômodo na parte posterior da coxa direita, também não estarão em quadra contra o Flamengo. Além deles, Gemerson, em recuperação de uma cirurgia, e Pedrinho Rava, com um desconforto na panturrilha direita, também não jogam. Com o departamento médico cheio, o Brasília Basquete foi ao mercado e acertou com o armador Jefferson Socas, jogador com passagens por vários times do NBB. Ele, inclusive, deve estar à disposição para os jogos do time no Distrito Federal.

“Por mais que seja um período curto, espero que eu possa ajudar a equipe da melhor maneira possível. Claro que é difícil encaixar rapidamente, mas não iremos focar nas dificuldades e sim em dar o nosso máximo para conseguirmos bons resultados. São três jogos importantíssimos que temos pela frente. Vontade e determinação não irão faltar”, comentou a nova contratação do Brasília Basquete.

Brigando pela liderança do NBB, o Flamengo também fará três jogos no Ginásio da Asceb. Além do Brasília Basquete, enfrenta o Cerrado, no domingo, às 19h, e o Caxias, na terça-feira, às 20h. Assim como a franquia candanga, os cariocas também chegam ao Distrito Federal precisando pontuar, mas por motivos diferentes. Atualmente, o rubro-negro está em segundo lugar, mas empatado em pontos com o líder e o terceiro colocado: está atrás do São Paulo e à frente do Minas nos critérios de desempate. O time chega para a sequência na capital federal sem maiores problemas no elenco.

Três jogos
Sequência de partidas do Brasília Basquete no Ginásio da Asceb. Apostando no fator casa, time candango jogará contra Flamengo, Pato Basquete e Campo Mourão

 

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE