Botafogo

Keisuke Honda se manifesta e dá adeus ao Rio

Correio Braziliense
postado em 31/12/2020 01:08
 (crédito: Mauro Pimentel/AFP - 9/2/20)
(crédito: Mauro Pimentel/AFP - 9/2/20)

Depois de dias de indefinições e boatos, o meia japonês Keisuke Honda voltou a se manifestar publicamente, ontem, para anunciar a despedida do Botafogo. Nas redes sociais, o jogador publicou uma carta afirmando que está decepcionado consigo mesmo e com um sentimento de que poderia ter rendido mais no Brasil. E fez questão de agradecer todo o apoio que recebeu da torcida.

“Tenho uma coisa que quero lhes contar diretamente. Como vocês sabem, vou sair do Botafogo. No início, aceitei todas as críticas de que eu não poderia ter resultados. As críticas são naturais e não estou dando desculpas, eu também me decepcionei, eu sinto muito. Em segundo lugar, estou muito agradecido por tudo que vocês fizeram, foi uma ótima experiência e nunca vi e senti algo desse tamanho com os torcedores no aeroporto e no estádio quando cheguei”, afirmou Honda.

“Tomei esta decisão por motivos pessoais e profissionais, mas estive muito feliz durante esta temporada. Eu também agradeço a todos os meus companheiros de equipe. Obrigado”, prosseguiu o japonês, em uma postagem no Instagram, finalizando com uma mensagem dizendo que seguirá apoiando do Botafogo.

“Por último, mais uma vez, muito obrigado por tudo. Eu pessoalmente vou buscar uma oportunidade de continuar apoiando o clube como embaixador do Botafogo na Ásia. Obrigado”, encerrou a carta.

Honda tem em mãos uma proposta para retornar à Europa e defender o Portimonense, de Portugal. O presidente do clube europeu revelou que faltam detalhes para o acerto.

Ao todo, foram 27 jogos e apenas três gols de Honda com a camisa do Botafogo, que está em penúltimo lugar no Brasileirão.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE