Cruzeiro

Centenário em meio a desafios

Correio Braziliense
postado em 01/01/2021 22:30

Maior ganhador da Copa do Brasil, com seis conquistas, bicampeão da Libertadores, único time de fora de São Paulo e do Rio a vencer o Brasileirão na era dos pontos corridos — e três vezes. O Cruzeiro completa cem anos de fundação, hoje, recheado de conquistas, feitos e craques históricos. Mas as façanhas se contrapõem, nesse momento, aos maiores desafios e aos piores momentos da trajetória desse, agora, centenário clube.

Rebaixado à Série B em 2019, o Cruzeiro caiu na esteira de uma crise financeira, de gestão e ética, com graves acusações contra os antigos gestores, especialmente o presidente Wagner Pires de Sá e o vice Itair Machado. Veio 2020, mas não a redenção que costuma acompanhara participação dos grandes clubes que disputam a segunda divisão nacional.

Com 41 pontos em 32 rodadas, na 11ª posição, o time tem chances remotas de acesso e deverá passar o ano do centenário na Série B. Com poucos recursos e muitas dívidas a pagar, contará com uma folha salarial mais modesta do que o da temporada 2020, como adianta o presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, o que pode provocar a saída de alguns dos jogadores mais renomados. E ainda forçará a renegociação de contratos.

Santos Rodrigues, 38 anos, é o responsável por comandar o clube desde maio, inicialmente em um mandato-tampão e agora até dezembro de 2023. Com o time tendo sido dirigido por quatro técnicos em 2020, reconhece que pode ter errado na direção do Cruzeiro nesse período, mas também ressalta as dificuldades de se gerir uma equipe endividada, valorizando o pagamento de R$ 32 milhões em dívidas na Fifa.

Santos Rodrigues pede tempo para recuperar credibilidade dos gestores cruzeirenses juntos aos torcedores, ansiosos por punições a dirigentes de um passado recente e aos conselheiros que eram remunerados na gestão de Wagner Pires. Além disso, minimiza a presença de nomes vinculados ao grupo político “Família União”, que estava à frente do clube entre 2016 e 2019, na chapa do Conselho Deliberativo que será eleita hoje.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE