Brasiliense pode carimbar vaga na final da Copa Verde contra Vila Nova

Jacaré disputa a segunda partida da semifinal com vantagem da vitória no primeiro jogo por 2 x 0

DANILO QUEIROZ
postado em 18/02/2021 11:57
Se o Brasiliense for campeão da Copa Verde, o DF ganha mais uma vaga para a Copa do Brasil 2021 -  (crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
Se o Brasiliense for campeão da Copa Verde, o DF ganha mais uma vaga para a Copa do Brasil 2021 - (crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

O Brasiliense está a um jogo de alcançar um feito inédito na Copa Verde. Após vencer o jogo de ida, em Goiânia, por 2 x 0, o Jacaré disputa a segunda partida da semifinal do torneio regional contra o Vila Nova, nesta quinta-feira (18/2), às 15h30, no estádio Serejão, em Taguatinga.

A vantagem construída na partida de ida permite, até mesmo, derrota por um gol de diferença em casa e encheu o time amarelo de esperanças de garantir um lugar na decisão da competição contra Manaus-AM ou Remo-PA.

O resultado do Brasiliense interessa ao Real Brasília. Terceiro colocado no Candangão, o time pode ganhar vaga para a Copa do Brasil 2021 se o Jacaré conquistar o título da Copa Verde. Hoje, o DF tem Gama (campeão candango) e Brasiliense (vice) garantidos. Em caso de título, o time de Taguatinga entrará na terceira fase do mata-mata nacional. Consequentemente, abre uma vaga para o Real ocupar na fase inicial do segundo torneio mais importante do país.

Para o duelo contra os goianos, o Brasiliense terá que superar novamente a ausência do atacante Luquinhas. Artilheiro da Copa Verde com quatro gols, o jogador está entregue ao departamento médico do Jacaré desde a partida de ida e seguirá como desfalque. No campo das notícias positivas está o retorno do lateral-esquerdo Peu. Ele reassumirá a posição após cumprir suspensão automática no lugar do improvisado Sandy. O restante do time será mantido.

Além de garantir a boa vantagem construída em Goiânia, o time amarelo precisará lidar com a ansiedade de carimbar o passaporte para a primeira final da competição regional. “A expectativa é a melhor possível. Estar podendo chegar em uma final e ser campeão de uma competição que o clube ainda não conquistou passa a ser mais atrativo. Antes disso, temos um grande jogo com um adversário muito difícil, que é o Vila Nova”, alerta o meia Zotti, autor de um no confronto de ida.

Adversário do Jacaré, o Vila Nova espera estar mais descansado. A partida será a última da sequência de duelos decisivos que envolveu, além da Copa Verde, as finais da Série C do Campeonato Brasileiro, da qual se sagrou campeão, e as quartas de final do estadual de Goiás, em que acabou eliminado. A missão, porém, não é fácil. Para se classificar no tempo normal, o Tigre terá que vencer por no mínimo três gols de diferença.

A esperança, porém, não morreu no clube goiano. “Sabemos da vantagem que eles construíram na nossa casa. Vai ser um jogo complicado e difícil, mas sabemos que temos chance. Trabalhamos para chegar no DF e fazer um grande jogo. O Márcio Fernandes (técnico do Vila Nova, ex-comandante do Brasiliense) fez ajustes para irmos em busca da classificação. Acreditamos que é possível”, ressalta o volante Dudu. O técnico alvirrubro deve ter apenas o desfalque de Pedro Bambu, que atuou improvisado na lateral-direita no jogo de ida, em Goiânia, e se lesionou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE