CANDANGÃO

Inconfundível emoção

Com novo formato e promessa de jogos animados, edição de 2021 do torneio começa, amanhã, com 12 times. Torneio mantém a tradição de abrigar veteranos e contará com nomes como Zé Love e Jobson

DANILO QUEIROZ
postado em 18/02/2021 23:00

Peculiar, curioso, emocionante… você pode denominá-lo como for, mas certamente o Campeonato Candango é inconfundível por possuir características únicas, principalmente quando comparado a outros estaduais do Brasil. Novamente com viés democrático, o torneio abre as portas para veteranos e para a tradicional mescla do futebol local com o do Entorno. Em 2021, a competição segue agregando a rivalidade dos times de Goiás e Minas Gerais com os clubes do Distrito Federal.

A bola rola nos gramados da capital federal a partir de amanhã. Assim como na última edição, caberá à TV Brasília levar ao público, ao vivo, toda a emoção do Candangão. A transmissão das partidas ocorrerá nas tardes de sábado na primeira fase do torneio e na disputa dos dois quadrangulares previstos no regulamento. A final única, marcada para 15 de maio, também irá ao ar. Devido à pandemia da covid-19, ainda não é permitido a presença de público nos estádios.

Neste ano, o Candangão será disputado no mais puro estado de “ou vai, ou racha”. Com mudança de regulamento, o torneio promete bastante emoção aos torcedores já nas rodadas iniciais. Na primeira fase, os 12 participantes estão divididos em dois grupos e não terão o direito de errar. Isso porque os quatro melhores de cada chave seguirão vivos na disputa do título depois dos seis primeiros jogos, enquanto os dois últimos sofrerão o rebaixamento para a Segunda Divisão.

A mudança no número de rebaixados foi formulada para desinchar o torneio, reduzindo o número atual de integrantes. Em 2022, serão 10. Antes disso ser feito, Brasiliense, Capital, Formosa, Luziânia, Real Brasília, Samambaia, Santa Maria, Sobradinho, Taguatinga e Unaí tentarão desbancar o Gama, atual campeão candango e dono das duas últimas taças do torneio local (2019 e 2020). O alviverde buscará o segundo tricampeonato consecutivo de sua história.

Mais uma vez, fatos inesperados deram o ar da graça antes mesmo do Cangangão começar. O Formosa precisou correr atrás de um novo treinador após o antigo deixar o clube para assumir o Minas Brasília. Recém-promovido, o Santa Maria viu a saída do patrocinador, que migrou para o Luziânia com parte do elenco da Segundinha. Campeão da divisão de acesso, o Samambaia apresentou o elenco somente na última semana de preparação. O mesmo aconteceu com o tradicional Sobradinho.

Ainda afetados pela pandemia do novo coronavírus, as equipes começaram os preparativos de pré-temporada ainda em janeiro. Porém, teve time que nem sequer parou, como no caso do Brasiliense. O clube amarelo vem com jogos em sequência desde agosto, devido às disputas da Série D do Campeonato Brasileiro e da Copa Verde. Mesmo eliminado precocemente da competição nacional e da regional, o Gama também teve a oportunidade de testar seu novo elenco, reformulado após uma crise financeira, em jogos a vera.

Jobson, Zé Love e cia...
Marca registrada na história recente do Candango, os veteranos segeum tendo espaço cativo. O Brasiliense será, novamente, o clube com mais apostas de grande calibre. O artilheiro Zé Love, de 33 anos, ex-Santos e autor de 23 gols com a camisa amarela, é a estrela maior do time que terá, ainda, o volante Radamés, 34, ex-Fluminense, e o meia Carlos Eduardo, 33, ex-Flamengo.

Bicampeão candango, o Luziânia trouxe o atacante Jobson. Aos 32 anos, o jogador se destacou no Brasiliense ao se destacar no Brasiliense, em 2007 e 2008, e no Botafogo, em 2009. O jogador, famoso também pelas polêmicas na carreira, também vestiu as camisas de times como Bahia e Atlético-MG. No meio-campo, o time contará com Ramon Osni, 32, ex-Corinthians e Flamengo.

Grupos do Candangão
Grupo A
Gama, Real Brasília, Taguatinga, Luziânia, Unaí e Samambaia

Grupo B
Brasiliense, Formosa, Capital, Sobradinho, Ceilândia e Santa Maria

Regulamento

Após sete temporadas seguindo o mesmo formato, o Campeonato Candango de 2021 começa com mudanças importantes no regulamento. Neste ano, os 12 participantes foram divididos em dois grupos: A e B. Na primeira fase, as chaves jogam uma contra a outra. Depois das seis partidas, oito clubes seguem adiante e quatro serão rebaixados para a divisão de acesso. Na segunda etapa do torneio, os times seguem nas próprias chaves, onde jogam entre si, com os dois melhores avançando para o quadrangular semifinal. Nele, as partidas ocorrem em dois turnos (seis jogos) e os dois melhores se classificam para disputar a final única da competição local.

1ª rodada

Amanhã
15h30 Real Brasília x Ceilândia
15h30 Gama x Capital (TV Brasília)

Domingo
15h30 Unai x Formosa
15h30 Samambaia x Sobradinho

Segunda-feira
10h30 Taguatinga x Santa Maria

Quarta-feira
15h30 Luziânia x Brasiliense

 

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE