Copa América

Messi pode ser reserva da Argentina no Mané; saiba quantas vezes isso aconteceu

Peça fundamental no esquema construído pelo técnico Scaloni, Lionel Messi, eleito seis vezes melhor jogador do mundo, pode iniciar o duelo diante do Paraguai no banco de reservas, algo incomum na sua trajetória pela alviceleste

VICTOR PARRINI*
postado em 21/06/2021 18:41 / atualizado em 21/06/2021 18:44
 (crédito: Nelson Almeida/AFP)
(crédito: Nelson Almeida/AFP)

Brasília pode testemunhar um fenômeno esportivo incomum na noite desta segunda-feira (21/6). Lionel Messi, principal nome da seleção argentina, pode começar a partida diante do Paraguai, pela Copa América, no banco de reservas. Segundo o Diário Olé, o camisa 10 seria uma opção para o técnico Scaloni no decorrer da partida. O jornal fez um levantamento de todas as 14 vezes em que a Pulga não esteve entre os 11 jogadores titulares.

A uma partida de igualar-se a Javier Mascherano como o jogador que mais vestiu a camisa da seleção argentina - 147 vezes -, Lionel Messi pode fazer história de uma maneira que não está habituado: em condição de substituto.

Cinco anos e uma semana, esse é o período que separa o banco de suplentes e o craque do Barcelona. A última vez em que entrou durante um jogo havia sido justamente na Copa América. Na ocasião, em 14 de junho de 2016, pela edição centenária do torneio de seleções, o camisa 10 substituiu Higuaín no segundo tempo da vitória por 3 x 0 contra a Bolívia.

Em sua estreia com a camisa bicampeã mundial, Messi também viu o pontapé inicial do banco de reservas. Em 17 de agosto de 2005, contra a Hungria, o então camisa 18 entrou no lugar do atacante Lisandro López e, no minuto seguinte, após acertar o braço no rosto do adversário, recebeu o cartão vermelho e foi expulso.

Mesmo quando não contou com o seu principal jogador desde o início da partida, a Argentina manteve um alto aproveitamento de pontos conquistados. Foram 29 em 42 possíveis com nove vitórias, dois empates e três derrotas. Um aproveitamento de 69%. Curiosamente, às vezes em que saiu derrotada foram justamente os primeiros jogos com Messi no banco de reservas, em 2005. Desde então, o time ganhou ou empatou nas 11 vezes seguintes.

Ao todo, são 146 partidas com a camisa da seleção argentina, 132 delas como titular incontestável. E, na noite desta segunda-feira (21/6), no Mané Garrincha, começando no banco de reservas ou não, Lionel Messi estará sob os holofotes, podendo assumir o posto de jogador que mais vestiu as cores do esquadrão bicampeão mundial, ou, acrescentando mais uma partida como reserva da equipe nacional ao seu currículo.

Confira a lista completa com as 14 partidas de Messi como opção no banco de reservas:

17/8/2005: Hungria 2 x 1 Argentina - Amistoso
9/3/2005: Paraguai 1 x 0 Argentina - Eliminatórias Copa 2006
12/10/2005: Uruguai 1 x 0 Argentina - Eliminatórias Copa 2006
30/5/2006: Argentina 2 x 0 Angola - Amistoso
16/6/2006: Argentina 6 x 0 Sérvia e Montenegro - Copa do Mundo 2006
24/6/2006: Argentina 2 x 1 México - Copa do Mundo 2006
5/7/2007: Argentina 1 x 0 x Paraguai - Copa América 2007
7/6/2013: Argentina 0 x 0 Colômbia - Eliminatórias Copa 2014
11/6/2013: Equador 1 x 1 Argentina - Eliminatórias Copa 2014
6/7/2014: Argentina 2 x 0 Eslovênia - Amistoso
14/10/2014: Hong Kong 0 x 7 Argentina - Amistoso
9/4/2015: Argentina 7 x 0 Bolívia - Amistoso
10/6/2016: Argentina 5 x 0 Panamá - Copa América
14/6/2016: Argentina 3 x 0 Bolívia - Copa América

*Estagiário sob supervisão de Danilo Queiroz

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE