Basquete candango

Rojas é o novo reforço do Brasília Basquete: "Estou muito animado"

Nascido nos Estados Unidos, o ala-armador é também um dos nomes que integram constantemente a seleção colombiana

VICTOR PARRINI*
postado em 20/07/2021 16:28
 (crédito: Arquivo pessoal)
(crédito: Arquivo pessoal)

A bola ainda não subiu para a temporada 2021/22 do Novo Basquete Brasil (NBB), mas os times seguem firme no planejamento para a disputa e de olho no que o mercado pode oferecer. Dessa forma, a diretoria do Brasília Basquete não perdeu tempo e anunciou na última segunda-feira (19/7), a chegada do ala-armador Siaan Rojas, de 25 anos, para fortalecer ainda mais o elenco. Ao Correio o atleta contou que está muito animado e quer ganhar o máximo possível vestindo a camisa da equipe da capital federal. 

Nascido na cidade de Concord, no estado da Califórnia, nos EUA, Rojas disputou o college, a competição entre as universidades norte-americanas, por duas instituições diferentes. Primeiro, jogou pela Santa Rosa Junior e, posteriormente, defendeu as cores da Western Washington University. Em 2018, estreou pela seleção colombiana, ao ser convocado para competir nos Jogos Sul-Americanos. 

Gigante com seus 1,98 metros de altura, em 2020, jogando pelo Piratas de Bogotá, da Colômbia, Rojas foi votado como Rookie of the Year (novato da temporada) da competição nacional. O novo reforço do Brasília Basquete teve bons números no ano, com média de 15.7 pontos, 7.7 rebotes e 6.5 assistências por jogo.

Apesar do anúncio oficial, o novo jogador do Brasília Basquete ainda não desembarcou na capital federal, porém, já tem suas primeiras impressões da futura casa. "Pelas fotos, parece ser uma cidade bacana", conta. Sem data para estrear pela equipe brasiliense, Rojas informou que ainda não teve contato com o grupo, mas já conversou com o treinador Ricardo Oliveira.

"Acredito que temos um bom time, com outro ótimo armador. Enxergo uma boa base. Estou muito animado. Não tenho certeza do que esperar ainda, mas eu quero vencer o máximo possível", disse otimista.

*Estagiário sob supervisão de Marcos Paulo Lima

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE