Público nos estádios

CBF apresenta protocolos para retorno do público em competições nacionais

Documento divulgado pela entidade máxima do futebol brasileiro contempla, inicialmente, as três divisões do Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil. A volta da torcida aos estádios depende, porém, do aval das autoridades locais

VICTOR PARRINI*
postado em 13/08/2021 16:50 / atualizado em 13/08/2021 17:03
 (crédito: Rafael Ribeiro/CBF)
(crédito: Rafael Ribeiro/CBF)

O retorno dos públicos aos estádios em competições nacionais está cada vez mais próximo. Nesta sexta-feira (13/8), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou um documento trazendo uma série de protocolos a serem seguidos para a volta segura dos torcedores às arenas do país. Os primeiros testes com espectadores em torneios organizados pela CBF estão previstos para acontecer nas quartas de final da Copa do Brasil.

Mesmo com a autorização da entidade máxima do futebol brasileiro, para que haja o reencontro, clubes e torcedores precisarão, também, do aval das autoridades sanitárias de todos os estados. Com a devida permissão, as partidas de futebol da Copa Brasil, Séries A, B e C do Campeonato Brasileiro poderão receber entre 10 e 50% da capacidade dos estádios. O número, porém, depende diretamente da chamada “taxa de normalidade”, que considera os números de covid-19 nas localidades.

O acesso aos estádios será permitido mediante a comprovação completa com vacinas contra a covid-19, ou através do resultado negativo para o coronavírus. Os exames do tipo RT-PCR devem ser realizados, no máximo, até 72 horas antes das partidas. Como alternativa, a CBF também sugeriu a apresentação do teste “Pesquisa de Antígenos”, que deve ser realizado dois dias antes dos eventos.

A comercialização dos ingressos será permitida apenas para espectadores do clube mandante, pois a intenção é evitar a circulação interestadual dos torcedores. A CBF garantiu a disponibilização de um serviço online para que os clubes ou as empresas contratadas possam confirmar a veracidade das informações prestadas pelos torcedores, ou seja, os resultados negativos dos testes, além da comprovação da vacinação completa.

Dentro das arenas, haverá uma série de cuidados. Logo na entrada, a segurança deverá aferir a temperatura corporal dos torcedores. Nas áreas internas dos estádios, o uso de máscara cobrindo a boca e o nariz seguem obrigatórios, além do distanciamento entre os assentos.

O primeiro passo para o retorno de públicos aos estádios foi dado, mas para que a pauta avance, os clubes deverão aprovar a medida através de um conselho técnico, que deve acontecer nos próximos dias.

Situação dos clubes candangos

Representantes do Distrito Federal na Série D do Campeonato Brasileiro, Gama e Brasiliense ainda não têm previsão para o reencontro com seus torcedores. Isso porque, a proposta da CBF envolve apenas as três primeiras divisões nacionais e a Copa do Brasil. Logo, a dupla candanga, assim como os times que disputam o Brasileirão Femininos, ficam à mercê da decisão do Departamento de Competições da CBF.

*Estagiário sob supervisão de Marcos Paulo Lima

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE