Série A

Vitória com gol de artilheiro: flamengo bate Sport por 2x0

Rubro-negro carioca superou ausências e mostrou que a goleada contra o Internacional é coisa do passado. Em Volta Redonda, a equipe venceu o Sport por 2x0

Correio Braziliense
postado em 16/08/2021 06:00
 (crédito: Marcelo Cortes / Flamengo)
(crédito: Marcelo Cortes / Flamengo)

O Flamengo se mostrou recuperado da derrota por 4x0 contra o Internacional na rodada passada do Brasileirão e venceu o Sport com desfalques. O time, que já vinha de vitória e goleada em cima do Olimpia na Libertadores, fez um jogo tranquilo na 16ª rodada do campeonato nacional. A equipe comandada por Renato Gaúcho venceu o Sport por 2x0, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, com gols marcados por Bruno Henrique e Éverton Ribeiro. O resultado só não foi maior porque os cariocas tiveram dois gols bem anulados.

O resultado deixa o Flamengo em quinto lugar, com 27 pontos, ainda distante do líder Atlético-MG, que se isolou na liderança com 37, mas bem mais próximo dos primeiros colocados, a um ponto do Bragantino, que fecha o G4. A perspectiva do torcedor também pode ser positiva com a lembrança dos dois jogos a menos.

Por outro lado, o Sport viu cair uma série de quatro jogos sem derrota, estacionou nos 15 pontos e entrou na zona de rebaixamento, empurrado pela vitória do Cuiabá, horas depois. A equipe flamenguista foi a campo desfalcada, sem Gabigol e Diego, suspensos, e Gustavo Henrique, com suspeita de covid-19. Por isso, Pedro, João Gomes e Bruno Viana começaram jogando. Apesar das baixas para o lado carioca, o desempenho coletivo conduziu o time à vitória. Os dois gols nasceram de lances em que o Flamengo tocou a bola com paciência e organização.

O Sport entrou em campo defendendo a marca de dono da melhor defesa do campeonato, ao lado do Atlético-MG, e se armou com cautela para tentar neutralizar o qualificado ataque flamenguista. A difícil missão foi comprometida ainda aos 10 minutos, tempo marcado no cronômetro no momento em que Bruno Henrique foi de encontro à bola, pelo alto, após belo cruzamento de Arrascaeta, e abriu o placar.

O time pernambucano pode ter pensado em voltar para o segundo tempo surpreendendo com uma postura mais ofensiva, mas não deu nem tempo de colocar em prática. Com apenas um minuto de bola rolando, Éverton Ribeiro recebeu cruzamento de Isla e, mesmo errando o chute, contou com um desvio em Ronaldo Henrique para marcar o segundo gol flamenguista.

O Flamengo seguiu controlando as ações do jogo e conteve os momentos de crescimento do Sport na partida. Hernanes, contratado após deixar o São Paulo, estreou, mas não conseguiu resolver a situação. O Flamengo volta a campo às 19h15 de quarta-feira, quando recebe o Olimpia no Mané Garrincha, em Brasília, para disputar a rodada de volta das quartas de final da Libertadores. O jogo de ida terminou com vitória por 4 a 1 para os flamenguistas. O próximo compromisso pelo Brasileirão é no domingo que vem, contra o Ceará, no Castelão. No mesmo dia, o Sport encara o São Paulo na Ilha do Retiro.

Fortaleza estaciona

Em um jogo aberto e animado no Castelão, o Fortaleza perdeu a chance de assumir a vice-liderança do Brasileirão ao empatar em 1x1 com o Santos na noite de ontem. O time cearense saiu de campo lamentando o único ponto, já que teve dois gols anulados e perdeu um pênalti no fim da partida. O VAR foi um dos protagonistas, ao intervir em três lances importantes.

Aos 26 minutos, David, que acabara de entrar na vaga de Wellington Paulista, ganhou do defensor, driblou João Paulo e marcou. Mas o árbitro anulou o gol depois que o VAR avisou que a bola havia batido no braço do atacante. Aos 38, foi a vez de Yago Pikachu mandar para as redes. No entanto, na jogada, a bola bate em Henríquez, que estava em posição de impedimento, assinalado com o auxílio do árbitro de vídeo. Aos 44, o juiz considerou que o defensor santista tocou com o braço dentro da área e marcou o pênalti. Na cobrança, porém, Lucas Crispim parou em João Paulo. O goleiro do Santos, um dos destaques da equipe na temporada, evitou o revés e garantiu um ponto para o time de Fernando Diniz.

O Fortaleza permanece em terceiro colocado, a um ponto do Palmeiras, e com seis a menos que o líder Atlético-MG. O Santos não progride na tabela do Brasileirão ao somar seu segundo empate seguido e aparece em nono, com 21 pontos. Ao menos, foi o único paulista a tirar pontos do Fortaleza, que havia vencido Bragantino, Corinthians, São Paulo e Palmeiras na competição.

Experiência e juventude

O Corinthians espantou a má fase em casa em tarde de harmonia entre a aposta e a consolidação. Com dois gols do garoto Adson, de 20 anos, e um gol de Renato Augusto, de 33, o time venceu o Ceará por 3x1 na Neo Química Arena, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Timão fez o dever de casa. Pressionou o adversário, não deu espaço e garantiu a vitória. O Ceará, que estava há 11 jogos invicto, foi dominado e seguiu sem conseguir vencer fora do Castelão.

O primeiro gol saiu logo aos 16 minutos, quando Adson apareceu livre para marcar. Pouco depois, o garoto surgiu no meio da área para fazer mais um, de cabeça. O jovem estava inspirado. Com liberdade no ataque, teve ótima oportunidade para fazer o terceiro, mas faltou perna para mandar para as redes. O Ceará praticamente assistiu ao Corinthians jogar.

No segundo tempo, Cássio fez duas boas defesas em seguida, após cabeceio de Luiz Otavio. O destaque da etapa final foi a reestreia de Renato Augusto. Ele entrou aos 20 minutos, deu ao Corinthians mais posse de bola e ainda marcou um golaço ao acertar chute de fora da área no ângulo, com maestria.

Com o resultado, o Corinthians melhorou um pouco seu retrospecto em casa na atual temporada. Agora, são duas vitórias, três empates e cinco derrotas na arena sob o comando de Sylvinho.

8 gols em 2 jogos

O Internacional venceu o Fluminense por 4x2 em jogo eletrizante. Os gaúchos sacramentaram o resultado com gols aos 47 e 49 do segundo tempo, garantindo os três pontos, um salto na tabela para a nona posição e um saldo de oito gols marcados nos últimos dois jogos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE