Arbitragem definida

Final da Libertadores entre Palmeiras e Flamengo terá apito argentino

O experiente Nestor Pitana será o responsável por comandar o clássico nacional na final da Libertadores, em 27 de novembro, no Estádio Centenário, no Uruguai

VICTOR PARRINI*
postado em 27/10/2021 15:18
 (crédito: Staff Images/Conmebol)
(crédito: Staff Images/Conmebol)

O confronto verde-amarelo no Uruguai, pela final da Libertadores, terá uma importante participação argentina. A Conmebol divulgou nesta quarta-feira (27/10), que o experiente árbitro, Nestor Pitana, será o responsável pelo apito na grande decisão. A partida entre Palmeiras e Flamengo acontecerá exatamente daqui a um mês, em 27 de novembro, no lendário Estádio Centenário, na capital uruguaia.

Assim como Nestor Pitana, boa parte da equipe de arbitragem será argentina. No campo, os bandeiras, Juan Belatti e Gabriel Chade completam o trio, enquanto Facundo Tello e Maximiliano del Yesso serão quarto e quinto árbitro, respectivamente. A operação do VAR na finalissíma da Libertadores será incubência do chileno Julio Bascuñan.

Será a segunda vez que Nestor Pitana apitará uma partida do Palmeiras nesta edição da Libertadores. Antes, o argentino comandou o clássico entre São Paulo e Verdão, pelo jogo de ida das semifinais do torneio. Na ocasião, o Choque-Rei terminou empatado por 1 x 1.

Outra novidade para o duelo entre paulistas e cariocas é o aumento da carga de ingressos para a grande final. Após reunião para definição de questões logísticas, operacionais e de segurança, a Conmebol informou que cada time terá direito 9.375 ingressos, e não mais os 5 mil previstos anteriormente.

Esse aumento acontece após a Secretaria Nacional de Esporte do Uruguai flexibilizar a presença de público em eventos ao ar livre para 75%. Com a medida, a expectativa é que o clássico brasileiro em solo celeste receba cerca de 45 mil torcedores no Estádio Centenário.

*Estagiário sob supervisão de Marcos Paulo Lima

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE