ELIMINATÓRIAS

Tite convida criança hostilizada por santista para ver jogo do Brasil

Sensibilizado com Bruninho, Tite convida torcedor de nove anos do Santos hostilizado pela própria torcida no clássico contra o Palmeiras a assistir ao jogo do Brasil contra a Colômbia nesta quinta-feira, em São Paulo. Criança foi xingada por pedir a camisa do goleiro alviverde Joilson

'Marcos Paulo Lima
postado em 10/11/2021 12:44 / atualizado em 10/11/2021 12:50
Tite condenou os atos contra o torcedor mirim do Santos e afirmou:
Tite condenou os atos contra o torcedor mirim do Santos e afirmou: "Você pode torcer pela Seleção e por clube, sim" - (crédito: Lucas Figueiredo/CBF)

Sensibilizado com Bruninho, torcedor mirim do Santos que foi hostilizado por parte da própria torcida do clube por pedir a camisa do goleiro Joilson do Palmeiras depois do clássico do último domingo, na Vila Belmiro, o técnico Tite convidou o menino para ir à Neo Química Arena nesta quinta-feira assistir ao duelo entre Brasil e Colômbia pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo do Catar 2022. O auxiliar César Sampaio, que vestiu a camisa dos quatro grandes do estado de São Paulo, inclusive chorou ao falar sobre o episódio.

“Está feito o convite para que ele possa estar aqui conosco. Nós também temos enquanto pais, enquanto pessoas, obrigação de sermos educadores., de sermos exemplo mais do que falar é fazer. Tá feito o convite para vir aqui conosco. Tu torce para a Seleção Brasileira e dá para torcer por clube, sim. Sá para ter educação e dá para ter respeito por tudo, cara. Bruninho, um abraço nosso, de coração de um homem de 60 anos que está cheio de cabelo branco, mas que aprendeu um pouquinho na vida, aprendeu a respeitar sentimento e que exemplos positivos vão fazer educar e nós termos uma sociedade um pouquinho melhor”, discursou Tite.

Emocionado, César Sampaio controlou as lágrimas. “Sou um palmeirense de família de corintianos. Joguei nos quatro grandes aqui de São Paulo. Consegui respeitar todas as camisas. Consigo entrar e sair nesses quatro. Eu me solidarizo aí contigo, Você tem os seus ídolos e eu tive os meus ídolos também. Mais do que ganhar ou perder, bater recordes, a gente tem a imagem dos valores agregados do esporte. Fui formado no esporte. Meus pais tinham que trabalhar, fiquei muito tempo na rua, mas não perca o amor pelos seus ídolos, pelo esporte. Eu sou fruto de tudo isso e a gente precisa influenciar um pouco mais pelo esporte”, afirmou.

Além de Tite e César Sampaio, jogadores como Neymar, Gabriel Barbosa e até o Rei Pelé se solidarizaram com o menino. Da França, Jorge Sampaoli, ex-treinador do Santos, também enviou recado ao garoto de apenas nove anos de idade.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE