Sem nariz em pé

Correio Braziliense
postado em 27/11/2021 00:01
 (crédito: Alexandre Vidal/Flamengo)
(crédito: Alexandre Vidal/Flamengo)

O técnico do Flamengo, Renato Gaúcho, disse, ontem, que não há um favorito na final da Libertadores contra o Palmeiras, hoje, no Estádio Centenário, em Montevidéu.

"Não vejo favoritos. São dois grandes times, os últimos campeões da Libertadores", disse o treinador, em entrevista coletiva na capital uruguaia.

"Uma final da Libertadores é para poucos. Tenho esse privilégio hoje", acrescentou, antes de garantir que não se deve dar chances ao Palmeiras. "Temos uma equipe muito forte do outro lado", acrescentou.

O treinador do time rubro-negro, que volta a uma final no mesmo estádio em que o clube conquistou a sua primeira Libertadores em 1981, comemorou satisfeito por estar no comando de uma equipe "maravilhosa" e destacou que os dois finalistas chegaram a esta fase pelos seus próprios méritos.

Antes de fazer o reconhecimento do campo em que disputará a final, Renato Gaúcho garantiu que seus jogadores estão preparados e treinaram considerando variáveis.

"O torcedor pode esperar muita entrega e determinação" da equipe. "Trabalhamos para isso, o torcedor pode ficar tranquilo".

Everton Ribeiro prevê decisão pesada psicologicamente. "Por ser uma final, sempre será tenso. As equipes vão tentar fazer o melhor. Temos sabido jogar as últimas finais, controlar as emoções, ganhando ou perdendo, acreditamos no que estamos fazendo.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE