Remetente: Arthur Antunes Coimbra Destinatário: 40 milhões de rubro-negros

Correio Braziliense
postado em 27/11/2021 00:01

Salve, nação rubro-negra! Aqui é o Zico em mais um dia especial: a terceira final da Libertadores na história do nosso clube. Novamente no Centenário, em Montevidéu, um estádio de ótimas recordações. Há 40 anos, em 1981, ganhamos de 2 x 0 contra o Cobreloa e fomos campeões pela primeira vez. Assim como no bi, em 2019, estarei na torcida na madrugada daqui do Japão, e espero celebrarmos o tricampeonato.

Torcedor do Flamengo, você tem todos os motivos para acreditar nessa conquista pelo bom time que temos e a qualidade dos nossos jogadores. Por tudo o que eles fizeram nesses últimos dois anos e pelos próprios confrontos com o Palmeiras.

Na única decisão entre os dois, em abril, aí em Brasília, pela Supercopa do Brasil, o Flamengo jogou bem, o Palmeiras também, a partida foi para os pênaltis, e o Flamengo ganhou.

Além disso, nação, poucos times têm um quarteto como o do Flamengo, com Everton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol. Poucos têm! Às vezes, os adversários contam com um, dois, mas quatro com uma qualidade incrível, não.

Temos um time acostumado a grandes conquistas, aos jogos decisivos. Jogadores com experiência no Brasil e no exterior. Acostumados com a pressão. Temos o Renato Gaúcho, o treinador com mais vitórias na Libertadores. Um cara com pensamento que se adapta ao futebol que o Flamengo gosta de jogar. Por isso, você tem todos os motivos para acreditar. A gente sabe que final é 50% para cada, mas o Flamengo teve bons momentos neste ano, uma queda e depois melhorou. O Palmeiras a mesma coisa.

É o tipo de jogo em que a questão emocional conta muito. As últimas duas finais da Libertadores foram decididas no momento em que os clubes deram uma relaxada. O River Plate estava bem, achou que era campeão e sofreu aqueles dois gols do Flamengo no fim.

O jogo entre Santos e Palmeiras estava a caminho da prorrogação, e aí teve aquela confusão lá com o pessoal do Santos, o Cuca e tal. Houve relaxamento, distração, e o Palmeiras fez o gol.

Decisão é concentração o tempo todo, nação. A gente não pode vacilar um instante senão a casa cai. Vejo o Flamengo chegar bem para essa final e com todos os motivos para você ter confiança na conquista da terceira Libertadores lá para a Gávea.

Bom jogo para o Flamengo.

Com carinho, Zico!

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE