Torcida, gols e alegria: a síntese de um campeão

Na festa do bi, com recorde de público no Mineirão, o Atlético-MG bate o Bragantino em jogo divertido

Correio Braziliense
postado em 06/12/2021 00:01
 (crédito: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
(crédito: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)

A entrega da taça de campeão brasileiro aconteceu da melhor maneira possível para o Atlético-MG. O alvinegro venceu o Red Bull Bragantino por 4 x 3 em um jogaço, ontem, no Mineirão.

Levada por ídolos, como Dadá Maravilha e Reinaldo, a taça foi entregue ao elenco atleticano diante de muita comemoração da torcida na arena lotada com 61.573 torcedores. O Atlético-MG bateu o recorde de público do novo Mineirão e, também, do Brasileirão 2021. O time mineiro, que garantiu o título com duas rodadas de antecedência, chega a 84 pontos. O Red Bull Bragantino tem 53 pontos e segue na sexta colocação.

Autor do último gol, Hulk assumiu que o coração é alvinegro: "Já virei atleticano. Sou grato pelo carinho. É uma recepção que não tem preço. Representa muito na minha carreira ganhar este Brasileiro. São 50 anos sem ganhar o Brasileiro. Quero agradecer ao Atlético, porque tem mais um torcedor fanático aqui".

Viradas

Herói dos gols da virada que deram o título ao Atlético-MG na última rodada, contra o Bahia, Keno aproveitou a boa fase para abrir o placar, aos 19 minutos.

O Red Bull Bragantino acordou a partir da primeira meia hora de jogo. O gol de empate saiu na jogada iniciada por Cuello, que deu bom passe para Artur, na área. O camisa 7 driblou Tchê Tchê e bateu para grande defesa de Éverson com os pés. No rebote, Ytalo mandou para o gol.

A virada do Bragantino aconteceu logo no primeiro minuto do segundo tempo. Artur emendou de primeira depois de cobrança de escanteio na segunda trave e fez 2 x 1 para os visitantes. O Atlético empatou logo depois, aos 6. Keno, mais uma vez, fez grande jogada individual pela esquerda e tocou para Zaracho na área. O argentino dominou e bateu firme para empatar novamente o jogo. O Atlético-MG buscou novamente a liderança no placar aos 32 minutos. Hulk deu ótimo passe para Zaracho, que ganhou espaço e cruzou na cabeça de Savarino, que não desperdiçou.

O gol de quem a torcida mais esperava saiu. Hulk ganhou da defesa e tocou com categoria por cima do goleiro Cleiton para fazer 4 x 2 e sacramentar a vitória do Atlético-MG. Artilheiro isolado do campeonato, Hulk chegou a 19 gols e levou a torcida à loucura. Artur ainda descontou para 4 a 3, pegando sobra e chutando sem chances para o goleiro do Atlético.

O Atlético-MG se despediu da sua torcida no Campeonato Brasileiro nesta temporada, mas ainda volta a jogar em Belo Horizonte em um dos jogos da final da Copa do Brasil, contra o Athletico-PR. Pelo Brasileirão, o alvinegro enfrenta o Grêmio na última rodada. O Bragantino decide a classificação para a Libertadores contra o Internacional, em casa.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE