Sonhos d'Além mar

Dois dos quatro times da Série A sem técnico para 2022, Flamengo e Internacional intensificam os contatos pelas contratações de profissionais portugueses. Cúpula rubro-negra embarca para Europa e diretoria colorada sonda ex-Athletico-PR

Marcos Paulo Lima
postado em 18/12/2021 00:01
 (crédito: Maxim Shemetov/AFP)
(crédito: Maxim Shemetov/AFP)

A 13 dias da virada do ano, quatro dos 20 times da Série A do Campeonato Brasileiro estão sem técnico. Flamengo e Internacional procuram profissionais estrangeiros depois do rompimento com Renato Gaúcho e Diego Aguirre, respectivamente. Ambos têm portugueses na mira. Cuiabá e Goiás também mapeiam o mercado em busca de comandante.

A saga do Flamengo começou oficialmente ontem. O diretor executivo de futebol, Bruno Spindel, embarcou rumo à Europa a fim de conversar pessoalmente com uma lista imensa de nomes escolhidos pela diretoria, recomendados por empresários ou especulados pela ansiosa torcida nas redes sociais depois de burburinhos na imprensa. O vice de futebol Marcos Braz, que costuma usar a expressão "gelo no sangue" para pilhar a "nação rubro-negra" antes de grandes contratações recupera-se de uma gripe e viajará hoje.

Na lista constam nomes portugueses como Jorge Jesus e Carlos Carvalhal. Os dois são os prediletos da cúpula do Flamengo. Ambos estão "acorrentados" ao Benfica e ao Sporting Braga, respectivamente.

Outros nomes portugueses estão na agenda rubro-negra e devem se encontrar pessoalmente com Bruno Spindel e Marcos Braz. A lista inclui os empregados Paulo Sousa (Polônia), Vitor Pereira (Fenerbahçe) e Luis Castro (Al Duhail) e desempregados como Paulo Fonseca, Rui Vitória e o espanhol Ernesto Valverde, ex-Barcelona, Athletic Bilbao e Valencia.

Marcos Braz falou sobre a viagem na última quinta-feira na posse do segundo mandato do presidente Rodolfo Landim. "A gente já tem uma agenda pré-definida não em função de ser plano A, B ou C. Em função da logística. Temos cinco ou seis dias para acertar. Não ficaremos somente em Lisboa, vamos andar por lá. Temos alvo e planejamento. Vamos fazer com cuidado, calma, mesmo que seja imposta para nós uma força extra para essa contratação", comentou o dirigente.

A instabilidade no cargo depois da saída de Jorge Jesus e as passagens de Domenec Torrent, Rogério Ceni e Renato Gaúcho pelo cargo aumentaram a pressão por uma escolha cirúrgica. "Queremos o mais rapidamente possível, mas vamos em cima da segurança. Não tenham dúvida de que o Flamengo vai contratar um profissional à altura do Flamengo e à altura para ganhar os títulos que ganhamos nos últimos três anos", prometeu Braz.

O Internacional também tem um português na mira. Segundo apuração da Zero Hora, o ex-técnico do Athletico-PR Antonio Oliveira é um dos preferidos à sucessão de Diego Aguirre. A cúpula colorada, inclusive, teria aberto negociação com o lusitano de 39 anos a fim de conhecer a metodologia de trabalho dele. Outras alternativas são o uruguaio Alexander Medina, ex-Talleres, e Eduardo Domínguez, do Colón, ambos times argentinos.

Protagonista da permanência do Cuiabá na primeira divisão, o técnico Jorginho não teve o contrato renovado. O Goiás encerrou a temporada sob a batuta de Gláuber Ramos, mas especula-se a contratação de Dorival Júnior. O treinador está desempregado desde 2020, quando deixou o Athletico-PR. Ele ficou um tempo afastado do futebol para o tratamento de um câncer de próstata, mas foi curado.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE