CANDANGÃO

Ceilândia joga para ir à decisão

Gato Preto recebe o Capital, no Abadião, dependendo de uma vitória para chegar na final

Danilo Queiroz
postado em 23/03/2022 00:01

Uma vitória. É isso que o Ceilândia precisa, hoje, para atingir o maior objetivo da temporada 2022. Antes mesmo de almejar classificações na Copa do Brasil e um futuro acesso na Série D do Campeonato Brasileiro, o Gato Preto colocou como meta chegar na final do Campeonato Candango para garantir os mesmos torneios no calendário de 2023. Vice-líder do quadrangular semifinal, o alvinegro recebe o Capital, às 16h, no Abadião, dependendo de si mesmo para concretizar o feito.

Com sete pontos conquistados nos três primeiros jogos, o Ceilândia tem quatro de vantagem para o próprio Capital. Se vencer o confronto direto com a Coruja em casa, abrirá uma vantagem impossível de ser dissolvida nos dois jogos restantes e confirmará a segunda participação seguida na decisão do torneio local. A meta foi posicionada como a principal ainda no início da temporada pela possibilidade de consolidar o Gato Preto com dois anos seguidos de calendário nacional.

"Jogo muito importante para a gente. Sabemos o tamanho da responsabilidade e que, se vencer, estamos automaticamente na final. O Capital é um concorrente direto. A equipe deles é qualificada e vai ser uma partida de detalhes. Quem tiver melhor preparado, vai sair vitorioso", avaliou o meia Cabralzinho, um dos destaques da campanha do Gato Preto.

"Esperamos fazer uma grande partida e, se Deus quiser, sair com o resultado positivo e, consequentemente, com a vaga e o calendário de 2023 para o Ceilândia. É uma das partidas mais importantes do ano para a gente", salientou o camisa 10 do alvinegro.

Com a necessidade urgente de vitória após dois tropeços consecutivos no quadrangular semifinal, o Capital vê no jogo a possibilidade de colar no próprio Ceilândia na classificação e voltar ao páreo em busca da primeira final e, consequentemente, o primeiro calendário nacional extenso de sua história.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE