SORTEIOS Principais torneios do continente, Libertadores e Sul-Americana (com final em Brasília) têm grupos desenhados em chaveamento realizado pela Conmebol. Oito brasileiros miram a Glória Eterna e outros sete tentam a Grande Conquista

Rotas definidas!

DANILO QUEIROZ victor PARRINI*
postado em 26/03/2022 00:01
 (crédito: Nathalia Aguilar/AFP)
(crédito: Nathalia Aguilar/AFP)

As rotas de perseguição à Glória Eterna e à Grande Conquista estão definidas. Ontem, em Luque, no Paraguai, a Conmebol realizou o sorteio das fases de grupos da Libertadores e da Sul-Americana. Representado em peso por 15 equipes dividas entre as duas principais competições do continente, o futebol brasileiro se dividiu entre caminhos fáceis e outros mais árduos para chegar até o mata-mata.

Potências da Libertadores nos últimos dois anos, Palmeiras (campeão em 2020 e 2021) e Flamengo (dono da taça em 2019) não podem reclamar do destino reservado a eles pelas bolinhas. No grupo A, o alviverde terá de se preocupar muito mais com as logísticas de viagem, incluindo uma partida na altitude de 2.850m de Sucre, na Bolívia, e outra com deslocamento de cerca de 13h até Táchira, na Venezula, do que propriamente com os adversários. Apesar de ter dois conhecidos times pela frente — Catolica-CHI e Sporting Cristal-PER —, o rubro-negro não deve ter trabalho e desponta como favorito a ter a melhor campanha geral.

Fora da disputa do ano passado, o Corinthians se depara com obstáculos. A primeira pedra no sapato é o temido Boca Juniors, adversário na final vencida em 2012 e algoz na eliminação polêmica em 2013. Outro sufoco vem da altitude de 4.070m do Always Ready-BOL. Absoluto no Brasil em 2021, o grande adversário do Atlético-MG na fase de grupos mora ao lado. O Galo enfrentará o América-MG, reeditando a última final de Campeonato Mineiro. Na chave da dupla, há possibilidades de zebras com carrascos brasileiros.

Fechando a participação brasileira, o Bragantino terá de se virar em um grupo com três campeões: quatro taças do Estudiantes-ARG, três do Nacional-URU e uma do Vélez Sarsfield-ARG. Estreante, o Fortaleza pegou uma chave com equipes bastante tradicionais. A principal delas é o River Plate, bicho-papão nas últimas edições da Libertadores. Campeão da Sul-Americana de 2021, o Athletico-PR terá apenas o Libertad-PAR como rival à altura, mas a altitude de 3.660m de La Paz, na Bolívia, é um fiel aliado do The Strongest-BOL.

Os oito brasileiros decidem a fase de grupos da Libertadores entre 5 de abril e 26 de maio. Os dois melhores clubes de cada grupo avançam para as oitavas de final, com os confrontos e o chaveamento da sequência do mata-mata sendo definidos pela Conmebol através de sorteio. Em 2022, a final única será no Monumental de Guayaquil, no Equador, em 29 de outubro. A cidade sede terá o Emelec, alocado no grupo do Palmeiras, como representante.

Sul-Americana

Com final prevista para 1º de outubro no Mané Garrincha, a Sul-Americana terá sete brasileiros na fase de grupos. Ao contrário da Libertadores, somente o campeão de cada chave passa para as oitavas de final. A outra metade será composta pelos terceiros colocados da Libertadores.

O São Paulo ficou em um grupo bastante acessível ao lado de Jorge Wilstermann-BOL, Ayacucho-PER e Everton-CHI. O tricolor, porém, terá pela frente altitudes acima de acima dos 2.500 metros na Bolívia e no Peru. O Internacional, por sua vez, pega Independiente Medellín-COL, 9 de Octubre-EQU e Guaireña-PAR.

O Santos brigará pela vaga única no mata-mata com Unión La Calera-CHI, Banfield-ARG e Universidad Católica-EQU. Também com argentino no grupo, o Fluminense quer esquecer a queda na Libertadores com vaga. Para isso, encara o tradicional Junior Barranquilla-COL, o Oriente Petrolero-BOL e o Unión Santa Fe-ARG.

O Atlético-GO pega LDU-EQU, Defensa y Justicia-ARG, e Antofagasta-CHI. O Ceará, por sua vez, encara o copeiro Independiente-ARG, Deportivo La Guaira-VEN e General Caballero-PAR, enquanto o Cuiabá enfrenta Racing-ARG, Melgar-PER e River Plate-URU.

*Estagiário sob a supervisão
de Danilo Queiroz

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE