Alviverde elimina o Bragantino por 2 x 1

Correio Braziliense
postado em 27/03/2022 00:01
 (crédito: Cesar Greco/Palmeiras)
(crédito: Cesar Greco/Palmeiras)

O Palmeiras jogará a final do Campeonato Paulista pelo terceiro ano seguido. O alviverde conseguiu vaga na decisão ao bater o Bragantino, por 2 x 1, ontem, no Allianz Parque.

Os donos da casa encurralaram os visitantes com agressividade e fizeram rápido o primeiro gol, aos dois minutos. Scarpa cruzou na segunda trave. Gómez desviou para trás e Murilo completou para as redes.

O cenário mudou à medida que o Bragantino passou a incomodar o rival, com passes rápidos no ataque. Pelo alto veio o empate. Helinho cobrou falta, a defesa não cortou e Realpe subiu mais do que todos para marcar de cabeça, aos 18 minutos.

O panorama novamente se alterou. O enérgico e vigoroso Palmeiras retomou o controle da partida e construiu superioridade principalmente com Dudu, mais uma vez inspirado. Saiu do pé esquerdo do camisa 7 um passe na medida para Veiga infiltrar e cruzar para Rony cutucar para as redes aos 39 e desempatar a partida.

No fim da primeira etapa, Gómez balançou as redes de cabeça, mas o gol foi invalidado, porque o paraguaio, que retornou mais cedo de sua seleção, estava impedido.

No segundo tempo, Maurício Barbieri promoveu alterações, os visitantes cresceram e apertaram o atual campeão continental. Substituto de Weverton, Marcelo Lomba fechou a meta quando foi exigido na bela cobrança de falta de Luan Cândido e no escanteio venenoso cobrado por Hyoran.

Na frente, o Palmeiras encontrou espaços para anotar o terceiro. Não o fez porque Rony irritou a torcida com o excesso de impedimentos e gols perdidos e também em virtude do cansaço, que fez o time cair consideravelmente de produção nos últimos 45 minutos da partida.

Mas a equipe foi competente defensivamente, inclusive com a ajuda dos atacantes, e essa segurança na retaguarda teve papel determinante para o triunfo que colocou o Palmeiras em mais uma final de campeonato.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE