CANDANGÃO

Jacaré sai na frente do Gato Preto na decisão

Correio Braziliense
postado em 03/04/2022 00:01
 (crédito: Alan Rones/Ceilândia E.C.)
(crédito: Alan Rones/Ceilândia E.C.)

Os primeiros 90 minutos da final do Campeonato Candango colocaram o Brasiliense na frente do Ceilândia em busca do título. Ontem, no Estádio Abadião, o Jacaré foi letal em jogadas pelo alto e venceu o Gato Preto, por 2 x 1. Na volta, marcada para o próximo sábado, o time amarelo joga pelo empate, enquanto o alvinegro precisará vencer por dois para não depender dos pênaltis.

Sob sol forte, as equipes começaram a final em ritmo lento. O clima em campo esquentou somente na segunda metade. Melhor em campo, o Brasiliense aproveitou escanteio de Zotti e abriu o placar com Marcão, artilheiro isolado do Candangão com nove gols. Com o placar inaugurado, as duas equipes tiveram novas chances, mas não aproveitaram.

Na volta do intervalo, a efetividade subiu. Logo no início, o Jacaré ampliou. Badhuga desviou pelo alto e Aldo completou para as redes. Quando parecia batido no jogo, o Ceilândia ressurgiu com belo gol de Tarta de longa distância. O Gato Preto chegou a empatar com Gabriel Pedra, mas o lance foi anulado pelo VAR — novidade nas finais do Candangão — por falta de Cabralzinho na origem do lance.

Com o resultado, o Brasiliense ficou um passo mais próximo do 11º título candango de sua história. Na volta, porém, o Ceilândia terá a vantagem de jogar com sua torcida (única do mandante em cada uma das duas finais por questões de segurança) para reverter o prejuízo em busca do tricampeonato local.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE