FEMININO

Real Brasília não segura o Corinthians

Correio Braziliense
postado em 18/04/2022 00:01
 (crédito: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians)
(crédito: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians)

O Real Brasília segue enfrentando problemas jogando longe do Distrito Federal. Ontem, pela sexta rodada da Série A1 do Campeonato Brasileiro, as Leoas do Planalto não tinham uma missão fácil diante do Corinthians, atual bicampeão nacional, no Parque São Jorge. Em campo, as candangas encontraram dificuldades para encaixar o jogo e acabaram derrotas pelas paulistas, por 3 x 0.

Com o ímpeto ofensivo das corintianas, o Real Brasília sofreu bastante com as jogadas de velocidade protagonizadas pelas atacantes alvinegras. Mesmo assim, no primeiro tempo, as candangas conseguiram se defender bem e saíram de campos sem serem vazadas. O Corinthians chegou a marcar um gol no último minuto da etapa inicial, mas o lance foi anulado por impedimento.

Na segunda etapa, a sorte virou de lado. Logo aos cinco minutos, Jheniffer ganhou da defesa e tocou em Gabi Zanotti. A alvinegra girou para sair da marcação e mandou no travessão. No rebote, Jaqueline bateu firme para colocar a bola na rede. A pressão do Corinthians seguiu e deu resultado aos 11. Diany cobrou escanteio e, após desvios, Gabi Zanotti surgiu para completar a jogada e ampliar. Aos 19, Adriana cobrou pênalti bem no meio do gol e fechou o placar: 3 x 0.

A vitória foi bastante positiva para o Corinthians. Com os três pontos somados em casa, as alvinegras pularam para a segunda posição da classificação da Série A1 do Brasileirão Feminino. O Real Brasília, por sua vez, tem muitos motivos para lamentar. Com o revés em São Paulo, as Leoas do Planalto estacionaram em sétimo lugar com sete pontos ganhos (todos conquistados no Distrito Federal) e correm o risco de sair do G8 ao final da rodada, finalizada, hoje, com três jogos.

Na próxima rodada da Série A1, o Real Brasília jogará mais uma vez em São Paulo novamente contra uma pedreira. No domingo, às 15h, o time candango enfrenta o Palmeiras, atual líder da competição nacional, no Estádio do Canindé. (DQ)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE