BRASILEIRÃO

Timão revê Verdão como líder após cinco anos

Danilo Queiroz
postado em 23/04/2022 00:01

Um palco inédito e uma situação rara de se ver desde que o Palmeiras iniciou uma era de poderio técnico e financeiro. Após um jejum de cinco anos, o Corinthians enfrentará o rival tendo uma pontuação melhor na classificação da Série A do Campeonato Brasileiro. Hoje, às 19h, o derby paulista será disputado pela primeira vez na Arena Barueri.

Em 2017, o alvinegro caminhava a passos largos rumo ao heptacampeonato brasileiro. Na 32ª rodada daquela edição, encontrou o Palmeiras com cinco pontos de frente e ampliou a diferença com mais três após vencer por 3 x 2. De lá para cá, quando viu o rival alviverde, o Corinthians sempre esteve atrás na tabela. Foram oito partidas nessa situação. Hoje, o Timão tem quatro de frente na largada da Série A.

O derby paulista acrescentará um novo estádio em sua história. Com o Allianz Parque indisponível pela agenda de shows, o Palmeiras marcou a partida contra o Corinthians para a Arena Barueri, na região metropolitana de São Paulo. O jogo será o 16º na história longe da capital paulista. Os palmeirenses, inclusive, tem vantagem nesse critério: venceram seis vezes, com outros oito empates e apenas um triunfo corintiano.

Inaugurada em 2007, a Arena Barueri recebeu 28 jogos do Palmeiras. O retrospecto alviverde no estádio é de 69,5% dos pontos disputados, com 17 vitórias, sete empates e apenas quatro derrotas. No mesmo período, o Corinthians se apresentou 10 vezes no local, onde acumulou quatro triunfos, quatro igualdades e apenas dois tropeços, com 53,3% de aproveitamento.

Palmeiras e Corinthians não entrarão com reservas, mas é possível que alguns dos principais atletas dos elencos, por desgaste, sejam poupados. Na terça-feira, a equipe alvinegra pega o Boca Juniors, pela Libertadores. Um dia depois, o time alviverde enfrenta o Emelec.

"Não há milagres, pois não somos máquinas. E mesmo as máquinas têm problemas", avaliou Abel Ferreira. "Vamos procurar recuperar os jogadores o mais rápido possível." Vítor Pereira vai na mesma linha do compatriota. "Temos que tentar gerir. Se não tivéssemos poupado, teríamos comprometido o jogo com o Palmeiras e, provavelmente, contra o Boca", afirmou.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE