PROJETO SOCIAL

DNA do Brasil busca atletas no DF

Camilla Germano
postado em 05/05/2022 00:01
 (crédito: Divulgação/Idecace)
(crédito: Divulgação/Idecace)

Em cerimônia no Cine Brasília, ontem, o Programa DNA do Brasil Talentos foi lançado com o objetivo de identificar destaques esportivos e a vocação profissional de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade no Distrito Federal.

A ação, parceria do Instituto para o Desenvolvimento da Criança e do Adolescente pela Cultura, Esporte e Educação (Idecace) e da Subsecretaria de Educação Inclusiva e Integral, da Secretaria de Educação (Subin/SEEDF), beneficiará, a princípio, alunos de 7 a 17 anos de 22 escolas de Brazlândia, Candangolândia, Ceilândia, Lagos Norte e Sul, Recanto das Emas, Samambaia, Sobradinho e Taguatinga.

O projeto começou em 2006 na candidatura do Rio de Janeiro nas Olimpíadas e além da descoberta do talento. "Eu costumo dizer que tudo isso é científico. O difícil é desenvolver. Para isso, a gente criou uma metodologia pedagógica que ensina português, matemática e desenvolvimento social ou ciência social através dos povos", explicou Wilson Cardoso, presidente do Idecace.

O evento contou com a presença de atletas e ex-atletas brasileiros como a velocista Maurren Maggi, o competidor de salto triplo Jadel Gregório e o saltador Kawan Pereira. "Um projeto tão grandioso pode mudar a realidade do nosso país e eu não tenho dúvida nenhuma que é um futuro muito próximo que nós estamos de poder fazer a coisa certa, que é sempre mexer na educação junto com o esporte. Para mim é a melhor coisa que existe", destacou Maurren.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE