Sul-Americana: paulistas têm rodada importante

Correio Braziliense
postado em 05/05/2022 00:01

Três dias após medirem forças no Campeonato Brasileiro, São Paulo e Santos voltam a campo em partidas decisivas pela Sul-Americana e em polos totalmente opostos. Vencedor do clássico de segunda-feira, o tricolor está confortável na competição continental e pode confirmar a classificação antecipada, às 19h15, contra o Everton. Vindo de derrota para o rival, o alvinegro praiano tem vida oposta e precisa vencer o Universidad de Quito, às 21h30, para não correr risco de eliminação.

O São Paulo tem uma chance grande de resolver a classificação ainda na quarta rodada da fase de grupos. Se vencer o Everton, o tricolor torce por um tropeço do Ayacucho contra o Jorge Wilstermann. O time de Rogério Ceni para o compromisso no Chile deve estar repleto de reservas. A ideia, porém, é manter o repertório ofensivo da equipe. "Tentamos sempre procurar diversificar as maneiras de fazer gols para sermos um time menos previsível possível e termos mais atributos a nosso favor", destacou o assistente técnico francês Charles Hembert.

A distância do Brasil será um adversário a mais para o Santos. O Peixe não vence fora desde 23 de fevereiro. Foi quando superou o modesto Salgueiro por 3 x 0. De lá para cá, foram oito jogos longe de casa, por diferentes competições, e nenhuma vitória. Na capital equatoriana, serão 2.850 metros de altitude. "Sabemos da dificuldade que é jogar lá", admitiu o goleiro John. Ele lembra da última partida da equipe em Quito, com vitória, por 2 x 1. "O time todo fez um grande jogo contra a LDU. Que a gente consiga repetir o feito de 2020 e também buscar esse triunfo", disse.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE