Sousa sobre Jesus: "que tenha paz"

Correio Braziliense
postado em 09/05/2022 00:01

Brasília foi palco da primeira declaração do técnico Paulo Sousa sobre a fala de Jorge Jesus explicitando o desejo de voltar a dirigir o Flamengo. Mesmo descontente com a postura do conterrâneo, o técnico rubro-negro contemporizou o tema. Não respondeu nenhuma fala do ex-Mister de forma direta, relembrou a passagem vencedora dele pelo clube rubro-negro e fez desejos positivos para o futuro do treinador.

"Em relação ao Jorge, é um treinador que eu respeito. Respeito a história no Flamengo, a importância disso e aquilo que ele foi no Flamengo em 2019. Mas também temos que respeitar o Carpegiani, que ganhou o título mais importante da história do clube, o Mundial de Clubes. Por isso, é essa a situação", despistou Paulo Sousa.

Mesmo sem responder de forma incisiva, o atual treinador rubro-negro confirmou que o flerte do antigo comandante com o clube carioca foi pauta de debate entre ele e a diretoria do Flamengo. Sousa, porém, não entrou em detalhes sobre o possível ato de respaldo ao trabalho iniciado em janeiro de 2022. "Eu só peço a Deus que abençoe a ele e a sua família. E que ele, muito sinceramente, tenha saúde, paz, sobretudo consigo mesmo. E sucesso", desejou em tom de voz sereno.

Paulo Sousa e Jorge Jesus têm relações cruzadas com o Flamengo desde dezembro de 2021. Na ocasião, Marcos Braz e Bruno Spindel, vice-presidente e diretor-executivo de futebol do rubro-negro, foram até Portugal para contratar um substituto para o técnico Renato Gaúcho, demitido pelo clube após o vice-campeonato da Libertadores.

Os dois portugueses tiveram conversas com a comitiva flamenguista, mas o atual Mister foi quem fechou contrato. Agora pressionado e assombrado pelo fantasma do compatriota, Paulo Sousa terá os próximos compromissos para tentar dar a volta por cima. Em Brasília, foi vaiado quando seu nome foi anunciado na escalação e ouviu gritos de "Mister", em referência a Jorge Jesus, quando o time perdia para o Botafogo.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE