Com pressão e empate para o Timão

Correio Braziliense
postado em 18/05/2022 00:01
 (crédito: Alejandro Pagni/AFP)
(crédito: Alejandro Pagni/AFP)

VICTOR PARRINI*

Clima tenso e de decisão. Esse foi o enredo do retorno do Corinthians à La Bombonera após nove anos. Ontem, o Timão visitou o Boca Juniors em Buenos Aires, empatou por 1 x 1 e retornou ao Brasil com um ponto na bagagem da Libertadores. Pela postura inicial da equipe paulista, o resultado não foi dos melhores. Porém, o desenrolar do confronto, com as expulsões do meia Cantillo e do técnico Vítor Pereira, reforçaram a importância de pontuar e, principalmente, não perder no principal torneio da América do Sul.

O apito final foi um alívio e manteve com o Corinthians na liderança do Grupo E, com oito pontos. A equipe do Parque São Jorge é seguida pelo próprio Boca, com sete. A tabela ainda pode ser atualizada com o duelo de amanhã entre Deportivo Cali e Always Ready.

Para avançar às oitavas de final, o Corinthians segue dependendo apenas de si. No próximo dia 26, o alvinegro recebe o Always Ready na Neo Química Arena. A vitória em casa é o suficiente para carimbar o passaporte no round entre os 16 melhores da competição.

O duelo foi marcado por dois tempos distintos. Nos primeiros 45 minutos, o Corinthians teve o maior controle e abriu o placar aos 15, com Du Queiroz. A resposta xeneize veio somente aos 41, após bola mal afastada da zaga, que caiu nos pés de Benedetto.

*Estagiário sob a supervisão
de Danilo Queiroz

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE