Parceria entre Instituto Ayrton Senna e Consed apoia redes de ensino

Iniciativa promove conversas on-line para orientar a retomada das aulas em diversas unidades da Federação. Próxima live será nesta quinta (13/8)

Mateus Salomão*
postado em 12/08/2020 19:12 / atualizado em 12/08/2020 19:41
 (foto: Instituto Ayrton Senna/ Reprodução)
(foto: Instituto Ayrton Senna/ Reprodução)

Em parceria com o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), o Instituto Ayrton Senna deu início a ações em apoio às secretarias de ensino na retomada das aulas na rede pública.


A iniciativa “Volta ao Novo — Programa de Desenvolvimento de Competências Socioemocionais” tem como alvo preparar os profissionais da educação para a retomada. O projeto tem presença confirmada em 26 unidades da Federação, entre elas o DF.

A atuação será a partir de lives abertas ao público, materiais de apoio disponibilizados no site do instituto e webconferências fechadas para membros da rede de ensino. Por meio das plataformas, serão trabalhadas cinco principais competências emocionais: resiliência emocional, autogestão, engajamento com os outro, amabilidade e abertura ao novo.

O projeto foi lançado em 9 de julho, e a primeira live foi em 16 de julho. Os eventos on-line são abertos a qualquer interessado e ocorrem quinzenalmente. O tema do primeiro encontro virtual foi a resiliência emocional. Em 30 de julho, o tema foi a abertura para o novo.

Um novo olhar

O vice-presidente de Desenvolvimento Global e Comunicação do Instituto Ayrton Senna, Emílio Munaro, vê na pandemia uma oportunidade de repensar a educação
O vice-presidente de Desenvolvimento Global e Comunicação do Instituto Ayrton Senna, Emílio Munaro, vê na pandemia uma oportunidade de repensar a educação (foto: Facebook/ Reprodução)

“O instituto acredita que, neste primeiro momento, nós devemos apoiar gestores e professores para que eles possam apoiar os alunos”, afirma o vice-presidente de Desenvolvimento Global e Comunicação do Instituto Ayrton Senna, Emílio Munaro.

Segundo ele, o plano de atividades do projeto foi desenvolvido em trabalho conjunto com o Consed. Foram mapeadas mais de 160 competências e escolhidas cinco principais, chamadas macrocompetências. Entre as cinco, a que ele reforça como o foco para melhor lidar com esta época de pandemia é a resiliência emocional

Emílio afirma que o instituto entende que decidir quando é o melhor momento para a retomada cabe ao gestor público. A ação da parceria entre Instituto Ayrton Senna e Consed se dará no apoio a esse processo de retomada, com a instrumentalização dos gestores e professores para lidarem de maneira adequada com competências emocionais e replicarem com os alunos.

O porta-voz do instituto enxerga na pandemia uma oportunidade de repensar a educação. Ele considera que é hora de adotar um novo olhar, valorizando não só o desenvolvimento cognitivo, mas também competências socioemocionais. “Não dá para ter resultados diferentes não fazendo coisas diferentes”, pontua.

Próximas lives

- 13 de agosto, às 16h. Tema: autogestão

- 27 de agosto, às 16h. Tema: amabilidade

- 10 de setembro, às 16h. Tema: engajamento com os outros

Como assistir

Todos os conteúdos podem ser encontrados no link. Para assistir às próximas lives, basta acessar o site  e se inscrever ou acessar as redes sociais do instituto.

 

*Estagiário sob supervisão da subeditora Ana Paula Lisboa

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação