OBITUÁRIO

Professor de educação física morre de covid no Dia do Educador Físico

Valderes Rodrigues de Sousa tinha 51 anos e faleceu em decorrência de complicações do novo coronavírus. O velório e sepultamento foram realizados nesta terça (1º)

Mateus Salomão*
postado em 01/09/2020 23:30 / atualizado em 01/09/2020 23:31
O professor Valderes tinha 5 1 anos e deu aulas de educação física em diversas escolas da rede pública -  (foto: Sinpro-DF)
O professor Valderes tinha 5 1 anos e deu aulas de educação física em diversas escolas da rede pública - (foto: Sinpro-DF)

Morreu, nesta terça-feira (1º/9), o professor de educação física Valderes Rodrigues de Sousa, aos 51 anos, em decorrência de complicações da covid-19. Ele atuava na educação precoce no Centro de Atenção Integral à Criança Unesco (Caic Unesco) da regional de ensino de São Sebastião. O velório e o sepultamento foram realizados na tarde desta terça-feira, data que coincide com o Dia do Educador Físico.


Valderes nasceu na cidade de Unaí (MG), mas foi em Brasília que se formou na área em que lecionava, tendo se graduado pela Universidade Católica de Brasília (UCB). Ele era um apaixonado por educação física. Segundo a família, fundou a primeira academia na região administrativa de São Sebastião, a Academia Athletic Center.


Trabalhou por mais de 10 anos como professor de educação física. Passou pelas escolas Centro de Ensino Fundamental (CEF) Jataí, CEF São José, Centro Educacional (CED) São Bartolomeu, CEF do Bosque, Centro de Ensino Médio (CEM) 1 de São Sebastião, CEM São Francisco e no ensino especial do Caic. Além disso, ele e a esposa, Ana Cláudia da Silva, trabalhavam juntos com o salão de Festas Dó Ré Mi Faz festas e a academia para mulheres Studio Vida Fit.


O professor que fincou raízes no DF deixa a esposa e duas filhas, uma de 22 e outra de 12 anos. “Um irmão maravilhoso, íntegro, servo de Deus, exemplo de fé. Transformava o ambiente em que passava. Vivia para alegrar a família e a todos ao redor. Sentiremos muitas saudades”, descreve a irmã de Valderes, Ediene Rodrigues.

 

Professores na pandemia


Valderes Rodrigues não é o primeiro professor da secretaria de Educação do Distrito federal a falecer durante a pandemia do novo coronavírus. Contudo, o número total ainda não é certo. “Até hoje, contabilizamos de oito a 10 mortes”, informa Alberto de Oliveira Ribeiro, diretor do Sinpro-DF (Sindicato dos Professores no Distrito Federal) em assuntos de saúde do trabalhador. ”Agora outros que faleceram que não informaram para a gente, a gente não sabe”, completa.

 

*Estagiário sob a supervisão da subeditora Ana Paula Lisboa

 

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação