Evasão escolar

Globo promove projeto para o combate da evasão escolar após a pandemia

Lançamento ocorreu no domingo (11), com música inédita interpretada por Carlinhos Brown e Lexa e site com informações para pais, alunos e professores

EuEstudante
postado em 14/10/2020 18:24
 (crédito: Globo/Reprodução)
(crédito: Globo/Reprodução)

A evasão escolar é um dos grandes desafios do sistema educacional brasileiro e vem se agravando ainda mais na pandemia de Covid-19. Em um esforço conjunto para enfrentar a questão, Globo, Fundação Roberto Marinho, Unicef, Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e mais de 25 organizações sociais, institutos e fundações que trabalham com educação lançam o projeto “Não Desista do seu Futuro”, que alerta para a questão da evasão escolar, incentiva a não desistência e o fortalecimento do vínculo entre estudante e escola.


A mobilização começou no último domingo (11/10), com o lançamento de um filme com música inédita interpretada por Carlinhos Brown e Lexa. Além de ser visto nos intervalos da programação da TV Globo, o filme está disponível nos canais por assinatura e plataformas de streaming, em uma estratégia de longo prazo, mas que tem um marco importante este mês por conta do Dia do Professor. O objetivo da mobilização é oferecer aos estudantes, suas famílias e professores informações que os ajudem a dar continuidade aos estudos diante dos diferentes contextos e realidades que todos teremos que enfrentar após a pandemia.


Ainda para manter o debate vivo e constante na sociedade, o site TMJ Sempre reúne propostas de ações e soluções para combater a evasão escolar. Os conteúdos são produzidos pelas mais de 25 entidades parceiras no projeto e têm a função de prestação de serviços, oferecendo caminhos para apoiar estudantes, a família e os professores para enfrentar o problema. Estão disponíveis videoaulas, webinários, jogos e metodologias, entre outros conteúdos, que serão atualizados constantemente.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação