Superliga: Brasília Vôlei perde de virada na estreia em casa

Time do Distrito Federal sofre a terceira derrota na volta à elite da Superliga feminina para o São José dos Pinhais

Maíra Nunes
postado em 17/11/2020 23:12 / atualizado em 18/11/2020 10:31
Brasília Vôlei perde boa oportunidade de somar os primeiros pontos na Superliga feminina 2020/2021 -  (crédito: Patricy Albuquerque )
Brasília Vôlei perde boa oportunidade de somar os primeiros pontos na Superliga feminina 2020/2021 - (crédito: Patricy Albuquerque )

De volta à elite do vôlei nacional, o Brasilia Vôlei estreou na Superliga feminina em casa, no Sesi Taguatinga, com a terceira derrota na competição diante do São José dos Pinhais. A equipe brasiliense foi ao jogo nesta terça-feira (17/11) com quatro desfalques por covid-19. As centrais Aline e Edna, o técnico Rogério Portela e o assistente Agnaldo. Sob o comando do segundo assistente técnico Fernando Alves, o time candango perdeu de virada, por 3 sets a 1 (25/17, 20/25, 24/26 e 17/25), em 1 hora e meia de disputa.

Com Vivi Góis e Geovanna no meio da rede no lugar das centrais titulares, o Brasília Vôlei não teve dificuldade para sair na frente no jogo. Precisou de apenas 22 minutos para vencer o primeiro set por 25 x 17. A partida parecia que seria tranquila para as donas da casa até a metade da parcial seguinte. Quando o placar marcava 19 x 30, a não marcação de um toque na rede da equipe do São José dos Pinhais gerou muita reclamação entre as representantes candangas. A marcação desestabilizou o elenco, que não conseguiu voltar a atenção necessária ao jogo e perdeu o segundo set por 20 x 25.

A partida voltou com uma nova polêmica na arbitragem. A marcação de uma bola que teria passado por fora da antena deixou o técnico à frente do Brasília furioso. Fernando foi enfático ao descordar do árbitro e levou cartão vermelho pela reclamação, que custou um ponto ao time do DF. Após ficar atrás com 1 x 9 no placar, a ponteira Paula liderou a reação brasiliense.

Em um dos principais ralis do duelo, ela salvou uma largada com a mão esticada sobre o piso. Em outro lance, foi decisiva no bloqueio, que rendeu o empate do set em 21 x 21. A partir daí, a disputa foi decidida ponto a ponto, mas a equipe brasiliense acabou deixando a parcial escapar, por 24 x 26.

Além de amargar a virada, a central Vivi Góis sofreu uma torção leve no tornozelo direito no fim da terceira parcial. Ela continuou na partida, mas o grupo sentiu o baque do placar adverso. O São José dos Pinhais começou o set seguinte com domínio dos pontos. Chegou a abrir 10 x 16 até as donas da casa acordarem e esboçarem uma reação, mas sem sucesso. As visitantes ganharam a última parcial em 17 x 25, fechando o jogo em 3 sets a 1.

O time da capital federal volta às quadras pela Superliga contra o São Caetano, no sábado, às 17h, no Sesi Taguatinga.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE